Como o Bloqueio do Whatsapp Pode Te Ajudar no Marketing Digital

Não sei se você pensou nisso, mas o bloqueio do Whatsapp no Brasil por algumas horas pode te dar umas dicas importantes de marketing digital.

Enquanto escrevo este texto o Whatsapp está sendo desbloqueado aos poucos pelas operadoras de telecomunicação do Brasil, antes mesmo das 48h previstas na decisão judicial, graças à intervenção de um desembargador.

Mas a gente não tá aqui pra debater a razão do bloqueio, e sim as consequências que ele trouxe, além de algumas reflexões sobre o caso. Então, vamos lá.

Investir em uma só plataforma

Há alguns dias eu estava procurando por um presente para o amigo secreto e recebi a indicação de uma loja em minha cidade que tinha um bom preço para o item que eu queria.

No Instagram da loja eles não tinham um site, apenas o número de um celular com a observação de que faziam o atendimento por Whatsapp.

Será que essa loja deixou de fazer vendas por conta do bloqueio do aplicativo? Provavelmente, mas essa ainda não é a questão que eu quero tratar aqui.

Em um texto de 2014 eu falo que o Google, Facebook e outras empresas podem te deixar na mão por inúmeros motivos.

Não importa se foi um bloqueio efetuado pela justiça, uma falha no servidor, uma mudança nas políticas de conduta ou até mesmo alterações significativas no layout.

O que importa é que, da noite pro dia, plataformas de terceiros, como redes sociais, podem te deixar na mão.

Se o seu principal meio de vendas ou contato com o cliente na internet é uma plataforma de terceiro, como o Facebook, Twitter, Youtube, Whatsapp, entre muitos outros, você está colocando o seu negócio em risco.

Muitas empresas já foram prejudicas simplesmente porque o Facebook resolveu mudar o layout, imagina com uma queda da plataforma.

É por isso que qualquer negócio com presença online deve investir na criação de um blog e outros canais de contato/atendimento ao consumidor. Se o site cair você terá as redes sociais e vice-versa.

Isso é algo interessante de ser explicado para um cliente caso você seja consultor.

Contextualizando a Notícia

Uma das dicas que dou para quem pretende trabalhar com marketing de conteúdo é aproveitar as notícias do momento para produzir conteúdos contextualizados.

Não sei se você viu, mas algumas marcas aproveitaram a situação para fazer peças engraçadas ou até conteúdos contextualizados com o bloqueio do Whatsapp. Vou te mostrar dois exemplos:

O Old Spice é uma marca de desodorante internacional que, em suas propagandas no Brasil, mostra o ator Terry Crews dizendo que Old Spice bloqueia o mau cheiro por até 48h…

Pode ver a propaganda, ela tem apenas alguns segundos:

É claro que eles não iam perder a oportunidade de aproveitar a coincidência do “bloqueio de 48h” do Whatsapp. O resultado foi esse aqui:

trabalhar marketing digital

Vale ressaltar que o Old Spice até se mostrou a favor do Whatsapp ao fazer a brincadeira.

Enquanto isso, o Spotify, um serviço de streaming de músicas popular entre donos de smartphone, criou uma playlist especial, chamada 48h.

“Enquanto o Whatsapp não volta, você escuta 48h de música com a gente”

As músicas escolhidas tinham algo a ver com internet, telefone ou tristeza/solidão, para ilustrar a falta que o Whatsapp estava fazendo na vida de muitos.

48h spotify

Claro, não posso deixar de citar o próprio texto que você está lendo agora, que está usando um acontecimento para falar sobre marketing.

Outras opções no mercado

O Whatsapp foi bloqueado, mas aplicativos de chat como o Viber, Telegram, Kakaotalk, entre outros, não.

Muitas pessoas, se preparando para o bloqueio, acabaram migrando para os aplicativos concorrentes, mesmo que por apenas algumas horas.

Um dos aplicativos chegou a registrar um aumento de 500 mil usuários em apenas 3h.

Vi muitos comentários de pessoas elogiando os serviços e funções extras de aplicativos que elas não teriam conhecido se não fosse pelo bloqueio.

A reflexão que eu quero que você faça é: já pensou que você pode estar perdendo uma grande oportunidade no marketing digital simplesmente porque você preferiu escolher a opção mais popular?

Isso me fez lembrar das pessoas que buscam uma forma de ganhar dinheiro na internet e correm diretamente para o nicho de afiliados ou infoprodutos.

Não que sejam opções ruins, pelo contrário, conheço pessoas que se deram muito bem nos dois casos, mas preciso te dizer que essas não são as únicas opções.

Se você quer saber mais sobre isso, aconselho que leia o texto Qual é o Modelo de Negócios Ideal Para Você.

Garanto que você terá uma nova perspectiva de como trabalhar com a internet.

Um abraço e até o próximo texto!

Webwriter do portal Marketing com Digital e colunista na revista oficial da Nintendo no Brasil. Também trabalha, desde 2006, com a produção de eventos de cultura pop voltados para jovens.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *