marketing digital carreira expert vendas online

Como Começar Bem No Marketing Digital – 3 Erros Para Evitar

Há dois caminhos que você pode seguir no marketing digital. Um deles dá muitas dores de cabeça, estresse e pouca possibilidade de crescimento, enquanto o outro te coloca numa posição de referência do mercado e possui uma alta lucratividade. Qual deles você vai escolher?

Sim, o que eu falei na introdução é verdade, os dois caminhos existem. Como é que eu sei disso? Já trilhei ambos. Felizmente eu fiquei pouco tempo no primeiro e logo parti para o segundo, que sigo até hoje.

A seguir, vou te mostrar alguns erros comuns que as pessoas cometem ao entrar no mercado do marketing digital, e também vou te mostrar o que eu fiz (e que aconselho que você faça) para mudar de caminho e conquistar algo muito, muito melhor.

1- Focar no Nome da Agência

Esse é um erro clássico que pequenos empresários cometem com frequência. Muitos deles começam a sua agência e tentam logo fortalecer a marca.

Claro, a intenção é boa, mas esse não é o caminho ideal, e eu digo isso por experiência própria.

A forma mais segura de começar no marketing digital é fortalecendo o seu nome, e não o da sua marca.

Não estou dizendo que você não pode ter um site ou um perfil com o nome da agência nas redes sociais, não é isso.

A questão é que, ao fortalecer o seu nome, você ganha o status de autoridade, e essa autoridade acaba sendo transferida para a sua agência.

Há alguns anos, quando criei a minha agência, ela se chamava Nordeste SEO. Depois de um tempo eu notei que precisava de outro nome, pois a palavra “Nordeste” agia como um limitante.

A nossa agência atendia clientes não apenas do Nordeste, mas de qualquer região do Brasil. Fizemos a mudança de nome e não tivemos nenhum problema com isso. Sabe por quê?

Porque o meu nome, Natanael Oliveira, estava consolidado como autoridade em Marketing Digital.

Hoje, tenho clientes que me contratam e nem mesmo sabem o nome da minha agência. O que importa para eles é que o Natanael e a sua equipe sejam os responsáveis pelo serviço.

Fortaleça o seu nome, pois assim você poderá levar a sua autoridade para qualquer projeto ou empresa.

2- Redes Sociais (Principalmente o Facebook)

sobremesa social media

“Ahh, eu quero ter mais fãs que o meu concorrente”. Talvez você já tenha escutada alguém falar isso, talvez não.

O ponto é que, infelizmente, as pessoas estão focando nos objetivos errados. Uma empresa não quer ter mais fãs, ela quer fazer mais vendas, quer aumentar os lucros, e ela ACHA que, com mais fãs, vai conseguir isso.

Ao pensar dessa forma a empresa acaba cometendo um erro crucial: foca tanto em ter mais fãs que nem sabe como transformar, de fato, todos esses fãs em clientes.

Agências que vendem serviços de redes sociais para seus clientes com a promessa se aumentar o número de fãs, seguidores e curtidas, estão no caminho certo para ter uma grande dor de cabeça em breve: as inúmeras reclamações de clientes que pagam e não conseguem aumentar os lucros.

O cliente até pode ter pedido ou demonstrado interesse em ter mais fãs, mas vai sobrar pra você quando seu cliente aparecer dizendo que está pagando muito caro pra não ter nenhum resultado.

Vou até fazer um pequeno adendo: o mês vale pra quem promete que vai entregar vários visitantes para um site.

Ter mais visitantes nem sempre significa ter mais vendas. Cuidado…

3- Escopo Técnico

marketing digital carreira expert vendas online

Quando falamos em agências ou consultores de marketing digital, a primeira coisa que vem à mente é um profissional ou uma equipe de profissionais que faz os seguintes trabalhos:

– Criar sites
– Gerenciar redes sociais
– Design
– Criar anúncios (Facebook Ads e Google Adwords)

Todos esses trabalhos estão no âmbito operacional, e isso pode ser um grande problema para você…

Veja bem, quando um profissional ou uma agência dizem a um cliente que vão cuidar da presença online da empresa dele, fazendo o branding e dando mais visibilidade, eles costumam oferecer os serviços que citei acima.

Assim, os empresários acabam enxergando a agência ou o consultor como um funcionário sem carteira assinada, um freelancer que trabalha por meio de um contrato para executar a parte operacional que a empresa não sabe ou não tem tempo de fazer.

Isso significa que toda a estratégia será definida pelo empresário, e não pelo contratado, que será responsável apenas pelo operacional.

Sinceramente, isso é muito ruim. Não importa se você tem uma agência ou quer atuar como consultor.

Para aumentar os seus lucros com esse modelo de trabalho você terá que aumentar o número de clientes, ou seja, precisa aumentar a estrutura e dedicar cada vez mais tempo para isso, até ficar exausto.

Quanto mais clientes você tem, mais pedidos de modificações você terá, mais prazos apertados terá que cumprir e mais contas e mensagens em redes sociais terá que supervisionar.

Esse não é um tipo de modelo de negócio com uma boa escalabilidade. A agência e o consultor deviam ser os especialistas em marketing, os estrategistas do negócio, e não a parte operacional.

Eu sei disso porque já passei por algo assim, mas ainda bem que saí logo.

Eram vários emails e telefonemas com cobranças de clientes que queriam saber do site, pedidos fora do combinado no contrato, criação de conteúdo sem parar…

Ser o estrategista demanda uma mão de obra muito menor, dá menos dores de cabeça, é libertador, menos estressante, mais criativo e, ainda por cima, é mais lucrativo.

Como Começar de Maneira Segura no Marketing Digital

Se você quer ser um consultor ou até mesmo fundar a agência, tenho um modelo de negócios bem mais interessante pra te apresentar. Eu o chamo de Expert em Vendas Online, conhecido como EVO.

O foco do EVO, como diz o próprio nome, são as vendas.

Nesse modelo de negócio o objetivo é aumentar o faturamento dos seus clientes, deixando pra lá tudo aquilo que só tem glamour e que na prática não ajuda um negócio a evoluir.

– Quanto você está vendendo?
– Quanto você está gastando para vender?
– Qual a sua taxa de conversão?
– Como estão os concorrentes?
– Como está a presença online da empresa?
– Quais as metas?

Essas são algumas das perguntas que um EVO faz para os seus clientes. Ele analisa os dados para colocar em prática uma estratégia de vendas.

Enquanto o EVO mostra que entende de vendas e que pode formular ótimas estratégias para uma empresa, o profissional do outro modelo de negócio só mostra que sabe cuidar do operacional.

O empresário não quer passar estratégias para um EVO, e sim seguir as orientações estratégicas que o EVO indicou. Aqui, o empresário contratou a estratégia.

Para tudo isso, o EVO se concentra no público final do cliente dele. Ele faz pesquisas para entender como é que o cliente dele pode ajudar os próprios clientes.

Para conseguir gerar esses resultados o EVO segue 5 regras, que servem para ele e para seus clientes. Você vai ver isso já já.

Um Expert em Vendas Online em Ação

O expert em vendas online tem que ser considerado pelo seu público como um solucionador de um problema específico, que neste caso é “como aumentar as vendas”.

A primeira coisa que ele vai fazer para um cliente é trabalhar o posicionamento daquele cliente.

Qual é o problema do seu público? O que ele precisa que seja resolvido?

Essas são algumas das perguntas que um EVO fará para o seu cliente para descobrir que tipo de posicionamento precisa ser criado.

Assim, o EVO vai orientar a criação de conteúdos, e-books, palestras, treinamentos, vídeos…

Tudo isso para construir uma autoridade dentro de um posicionamento específico.

Um EVO faz isso para seus clientes e para ele mesmo, é claro. É assim que ele fica conhecido no mercado e recebe indicações para outros trabalhos.

Depois de definir como fazer o posicionamento, é hora de construir a sua audiência. Existem dois caminhos para isso:

– Tráfego pago (Facebook Ads, Google Adwords e parceiros)
– Tráfego orgânico (Google, Bing, Youtube)

O EVO vai dizer para empresa o quanto deve ser investido em cada um e em qual momento. Na hora de explicar o processo estratégico, ele vai falar dessa forma para o cliente:

“Cliente, é o seguinte. Eu vou estudar o seu público. Vou saber quais são os problemas, dores e necessidades dele. Com essas informações eu vou transformar o seu nome em uma autoridade, e para isso nós vamos desenvolver uma série de ações, que envolvem a criação de conteúdos, e-books, palestras, vídeos… tudo isso com a minha orientação.

Depois, vou construir estratégias de audiência para que as pessoas possam conhecer a sua mensagem e tenham acesso ao seu conteúdo. Em seguida a gente vai passar pra etapa de engajamento.

Uma vez que eu consigo atrair esse público eu começo a construir um sistema de vendas online”.

Tudo isso é feito para aumentar a venda de produtos ou serviços específicos do cliente.

Com a estratégia em andamento, é possível automatizar esse sistema de vendas, ou seja, adquirir novos clientes e fidelizar os que você já conseguiu será feito de maneira mais prática e efetiva.

Trabalhar com a ajuda da internet vai passar a ser muito rentável para a empresa, e não algo “obrigatório” porque estamos no Século XXI.

Isso que eu acabei de explicar é uma versão resumida das 5 regras do Expert em Vendas Online:

– Posicionamento
– Construção de audiência
– Engajamento
– Vendas
– Automação

Ao seguir estes 5 passos você estará deixando para trás dores de cabeça e horas perdidas com o estresse das inúmeras ligações, emails e pedidos de última hora que diversos profissionais do marketing digital recebem diariamente.

Você terá um negócio escalável, baseado na estratégia, e não no operacional.

E aí, prefere ser a pessoa que o empresário quer ouvir ou a pessoa que vai escutar reclamações de metas e prazos não cumpridos?

Se você quer ser a pessoa que os empresários querem ouvir e contratar, que tal dar uma olhada no que eu tenho pra te falar sobre o EVO?

Garanto que você vai gostar 😀

Um abraço e vamos em frente!

Natanael Oliveira
Natanael Oliveira é publicitário, Criador do Programa de Formação Expert em Vendas Online, Co - fundador do portal Marketing Com Digital Cursos e autor do livro Seja o Empresário da Sua Ideia.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *