chamar atenção público marketing

Você Não Vai Fazer Vendas Apenas Chamando A Atenção do Público

Você pode até estar tentando alcançar o seu público através de anúncios, redes sociais e conteúdos, mas isso dá algum retorno? Se a resposta for não, é provável que o problema esteja na sua comunicação…

Títulos e Imagens Chamativas Não Geram Vendas

Eu vou direto ao ponto. Títulos e imagens chamativas podem até capturar a atenção do seu público, mas eles só fazem isso. Eles não geram confiança, e sem confiança não há compra. Eu não compraria algo de um vendedor que não me passou segurança. Você compraria?

Se você tem um bom produto ou serviço que é divulgado para o público correto (pessoas que querem ou precisam daquilo que você oferece) e mesmo assim não gera vendas, o problema está na sua comunicação.

Gerando Confiança Através da Comunicação

Há 3 fatores que determinam o nível de confiança que você é capaz de gerar ao se comunicar com alguém:

– Discurso (escrito ou oral)
– As características da sua voz (velocidade da fala, tom de voz… )
– Linguagem Corporal (Expressões faciais e postura)

Deixa eu te explicar um pouco como cada um dos fatores funciona.

Comunicação: O Discurso

O discurso, neste caso, nada mais é do que a sua habilidade de explicar algo de forma clara e compreensível para outras pessoas, e isso é feito em dois processos:

1- Selecionando o vocabulário, ou seja, as palavras adequadas
2- Sendo coerente, ou seja, estabelecendo uma relação lógica entre tudo que é dito

A escolha do vocabulário é muito importante porque mesmo que a sua mensagem siga uma linha de raciocínio simples, ela só será compreendida por quem domina o vocabulário utilizado.

Um médico não pode explicar um tratamento para seus pacientes utilizando termos técnicos que só seriam entendidos por outros médicos.

Quanto à coerência, tenho certeza que você já leu ou escutou alguém falar sobre um assunto de uma maneira tão confusa que você não entendeu nada no final das contas, mesmo que a pessoa tenha utilizado apenas palavras do cotidiano.

Se um dos dois processos (a escolha do vocabulário e a coerência) forem deixados de lado no discurso, ele será confuso, e confusão não gera confiança.

Comunicação: A Influência da Voz

Me lembro de ter escutado um podcast no mês de junho que me deixou com vontade de sacodir o apresentador. O conteúdo era bom, mas parecia que o locutor sentido dor enquanto falava!

A sensação passada ao ouvinte pela nossa voz é um fator decisivo de confiança. Ninguém quer, por exemplo, escutar um discurso motivacional de uma pessoa com voz de sono. Seria algo muito contraditório, e contradições assim geram desconfiança…

Comunicação: Linguagem Corporal

audiência atenção motivação vendas

Quando a comunicação passa para o meio visual, ou seja, fotos, vídeos ou encontro presencial, a nossa postura e expressões faciais entram em jogo, e isso faz muita diferença na comunicação.

Essa diferença pode ser positiva ou negativa, tudo depende de você.

Se o apresentador mostrar sinais de cansaço ou dúvida, por exemplo, ele vai afetar a performance da apresentação, desviando a atenção do público ou gerando questionamentos sobre a credibilidade do assunto.

Por outro lado, um apresentador com as posturas e expressões adequadas para cada momento de sua apresentação demonstra que sabe muito bem o que está falando e, além de tudo isso, tem o controle da apresentação. Isso sim gera confiança.

E por que eu mostrei para você os 3 fatores da comunicação?

Se Comunicando Com o Público

Atualmente o Inbound Marketing, também conhecido como marketing de conteúdo, e as redes sociais são muito utilizados para que você consiga se comunicar com o seu público.

Isso significa que você usa textos, imagens, áudios e vídeos para criar um relacionamento com a sua audiência, ou seja:

– Textos em blog (discurso)
– Podcast, apresentação de slides ou vídeos com captura de tela (discurso e influência da voz)
– Vídeos em que o locutor aparece (discurso, influência da voz e linguagem corporal)

Estes são apenas alguns exemplos dos tipos de conteúdo que você produz e como cada um deles usa um dos 3 fatores de geração de confiança.
Agora que você sabe disso, faça a seguinte autoanálise:

Como está o meu desempenho na produção de cada conteúdo?

– Será que preciso melhorar a minha voz?
– Minha linguagem corporal está ok?
– E o meu discurso?

Há várias técnicas que você pode aplicar em cada uma dessas etapas para aumentar o nível de confiança e o poder de persuasão da sua comunicação.

Se você quer melhorar o seu discurso para a produção de textos, sugiro que leia uma série de artigos sobre Produção de Conteúdo aqui em nosso blog. Eles vão te ajudar bastante a organizar as ideias, e vou mostrar pra você que não precisa ser um mestre da gramática para escrever textos capazes de gerar vendas.

Quer ajuda com produção de vídeo e outras dicas de marketing digital? Confira os conteúdos exclusivos da nossa área de membros. Lá você encontra vários minicursos especiais para turbinar os seus negócios com a ajuda da internet.

Este texto foi útil para você? Não esqueça de deixar um comentário!

*Imagem destacada: (Foto de Carlos Alvarez/Getty Images)

Webwriter do portal Marketing com Digital e colunista na revista oficial da Nintendo no Brasil. Também trabalha, desde 2006, com a produção de eventos de cultura pop voltados para jovens.

Comentário

  1. Olá Mateus, já adquiri o Treinamento consultor Digital e tenho muito interesse no Kit de autoridade. Gostaria de saber se eu sendo membro Vip terei acesso a esses cursos, enfim o que você me indicaria? Adquiro o Kit de autoridade e depois assino a área de membros? Parabéns a toda a equipe vocês produzem o melhor conteúdo da internet. Admiro muito o trabalho do Natanael e estou me programando para fazer parte da próxima turma do Expert em Vendas Online pois pretendo me tornar um consultor.
    Abraço
    Rogério

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *