Como atrair o seu cliente ideal e parar de falar com o vento

Marketing não é apenas sobre atrair pessoas, ele É sobre pessoas.

Sobre encontrar o melhor meio de se comunicar com alguém de uma forma que ele perceba que você tem algo importante para oferecer.

No meio dessa jornada em busca de encontrar a comunicação ideal muitas empresas perdem a essência do marketing, e sem ela nós não somos capazes de fazer nada, além de claro, falar com o vento.

Nesse artigo eu vou te explicar os 3 processos usados para criar uma estratégia de marketing de conteúdo eficiente.

Se isso fosse um jogo de futebol, eu diria que vou te ensinar 3 passes perfeitos para chegar na frente do gol, depois falaremos sobre como fazer o gol, vamos por partes. Agora precisamos falar sobre estratégia.

Então vamos começar com a essência.

Há 3 anos quando perguntaram para um dos maiores nomes do marketing mundial, Philip Kotler, sobre as mudanças no mundo e como isso afetou o marketing, ele respondeu:

“Os profissionais de marketing usam três conceitos centrais. Primeiro, foco no consumidor e em suas necessidades. Quem manda é o cliente.

Em segundo lugar, criar, comunicar e entregar valor sabendo de antemão quais são seus valores, necessidades, percepções e crenças.

Por fim, lembrar que o objetivo final é ter um consumidor satisfeito e encantado. É assim que se conquistam e se mantêm clientes. Isso não mudou e nunca vai mudar.”

Estratégia 1: Quem?

Para quem é a sua mensagem? Para quem é o seu produto? Quem você deseja atrair?

E por favor não responda que é para todo mundo. Mesmo as empresas que vendem produtos genéricos como refrigerante tem um público.

Saber e personificar o seu público é o que chamamos de foco no consumidor.

Ter um produto excelente é fundamental, e fundamental também é saber exatamente quem é o seu consumidor.

Não existe nada mais frustrante do que oferecer uma solução para o público errado.

Na hora de pesquisar seu público ideal descreva quem você quer atingir, depois crie uma pessoa fictícia com essas características,vá conferindo as informações conforme você aprofunda sua pesquisa e continue moldando esse “personagem” que você criou.

As vezes sua comunicação pode estar falhando simplesmente porque você está falando com as pessoas erradas, esses você deve excluir. 

A etapa de foco no consumidor é, por muitas empresas, totalmente ignorada, o que pode causar um estrago muito grande.

Imagine você construir toda uma estratégia gastando recursos e tempo que não vão trazer retorno porque você mirou para o alvo errado.

Bem, você não vai querer fazer isso.

Estratégia 2: O que?

Depois de descobrir quem é o seu público ideal você precisa saber o que ele precisa ouvir de você.

Chamamos esse ponto de colocar o cliente em jornada.

Você sabe quem ele é, o que ele pensa, acredita e precisa, agora você deve definir o que você vai entregar de valor.

O mais importante no processo de colocar o cliente em jornada é ouvi-lo.

É como se fosse um bate papo, você diz algo daqui e ele responde de lá. Quando você bate em um ponto importante, ele vai dar um sinal, e você deve lembrar de prestar atenção neles.

Vou explicar melhor.

O título desse artigo pode parecer rebelde para alguns, mas para o meu público não é. Como eu sei disso? Eles me disseram.

Uma das maiores frustrações das pessoas que criam um blog, ou qualquer outro tipo de conteúdo é quando elas sentem que ninguém está ouvindo.

É o seu caso?

Eu descobri isso observando o meu público, lendo os comentários, feedbaks, observando o padrão de perguntas.

Então quando este artigo chegar no seu e-mail ou no seu feed de notícias do Facebook ele vai te chamar atenção porque ele foi feito para você. Não foi coincidência.

Crie conexões reais

 

Lembra do Kotler?

“Em segundo lugar, criar, comunicar e entregar valor sabendo de antemão quais são seus valores, necessidades, percepções e crenças.”

Essa citação traz um ponto importante sobre o seu relacionamento com o seu cliente.

Quando você como empresa compartilha os seus valores, e eles se encaixam nos valores do seu público, isso aproxima a comunicação. E isso é muito legal.

Muitas vezes você gosta de uma marca porque ela traduz o seu estilo, ou porque ela carrega os seus valores, as vezes ela supre as suas necessidades, e também acontece de tudo isso funcionar junto.

Um exemplo muito legal sobre valores e crenças é o da marca número 1 de sabonetes naturais na America do Norte, a Dr. Bronner’s.

Em uma embalagem simples de sabonete você encontra tantas informações sobre o que é o produto, a marca e quais são os seus valores que ali em uma simples compra no supermercado você pode tomar a decisão de comprar aquele sabonete porque ele é orgânico, porque eles são amigos da natureza e tem a preocupação de criar um produto com o mínimo de impacto ao nosso ecossistema.

O produto carrega o seu conteúdo e é esse conteúdo que conecta cada vez mais pessoas que também se preocupam com o futuro do nosso planeta e com o próximo.

Dr. Bronner’s é uma empresa familiar comprometida em honrar a visão do nosso fundador Dr. EH Bronner, fazendo produtos socialmente e ambientalmente responsáveis ​de alta qualidade e dedicando nossos lucros para ajudar a fazer um mundo melhor.

All one – O conceito é algo somo “somos um”

Sua missão e seus valores também criam conexões, lembre-se de compartilhá-los com o seu público.

Estratégia 3: Como?

Depois que você conhece o seu público e entrega o que ele precisa mostrando quem você é o próximo passo não poderia ser mais natural, uma vez que ele é uma consequência da sua construção.

Como você vai levar a sua mensagem até o seu público e como você vai conectar a sua oferta com o seu conteúdo?

Seja em blog ou em video, uma imagem, podcast, um desenho, um cronograma…. Existem dezenas de formas de entregar valor, o mais importante é entregar VALOR.

Você naturalmente vai ter mais facilidade com um tipo de conteúdo do que com outro, isso é normal, então não fique enlouquecendo tentando entregar conteúdo em várias plataformas sem conseguir fazer nada direito em nenhuma delas.

Muitas vezes as empresas querem ter vários canais de comunicação porque alguém disse que elas deveriam ter, e isso não é exatamente verdade.

Você deve estar na plataforma que for mais estratégica para você e mais confortável para o seu público.

Se o seu publico está mais interessado em assistir os seus videos, foque neles, mas foque estrategicamente, não esqueça que o seu cliente vai entrar na jornada que você determinar.

Conheço empresas que reclamam que não vendem, mas não as vejo oferecendo nada, apenas entregando conteúdo.

Lembre-se que você constrói o caminho, o cliente só segue pela estrada que você determinou, então construa o caminho estrategicamente, é esse momento que vai definir se você faz o gol ou fica apenas parado na frente da trave.

Para te ajudar nessa jornada eu indico que você utilize o manual que eu criei com os 9 passos para criação de conteúdos. Nele eu defino tudo que você precisa para criar um conteúdo que entregue valor e faça gols. =)


Forte abraço e até o próximo artigo.

Iaponira Oliveira

Iaponira Oliveira
Publicitária, Gestora de conteúdo e Co-fundadora do portal Marketing Com Digital. Realizou projetos de Marketing de Conteúdo em diversas empresas e é responsável por vários treinamentos sobre produção de conteúdo.

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *