Como Automatizar Suas Campanhas de Email Marketing do Jeito Certo

Ok, nesse artigo eu vou falar sobre o famoso “Piloto Automático.
Imagine só você criar uma sequência perfeita que vende todos os dias, até mesmo quando você está dormindo.

 

Essa é a visão limitada que existe no mundo do marketing digital quando o assunto é email marketing.

 

Mas antes que você fique triste, chateado, pensando que não existe uma maneira de criar um processo automatizado para suas campanhas de email marketing, fica tranquilo que existe a maneira correta de automatizar suas campanhas.

 

Esse é o tema desse artigo, como automatizar suas campanhas de email marketing do jeito certo e sem colocar o seu faturamento em risco.

 

O MAIOR erro da Automação é Automatizar Cedo Demais

 

A maioria dos profissionais de email marketing simplesmente CRIA uma sequência de emails de maneira automática e então começa a comprar tráfego.

 

Esse é o momento que muitos começam a “esperar pelas métricas”.

 

Qual o erro nesse processo? Existe um risco alto, pois você está automatizando algo que você ainda não testou.

 

É exatamente nesse cenário que as Campanhas entram em cena.

 

Ao invés de automatizar uma campanha de monetização, que é o que a maioria das pessoas fazem, o ideal é que você comece simplesmente automatizando uma campanha de AQUISIÇÃO.

 

certificado5

 

Vamos para um exemplo PRÁTICO

Lembrando que uma campanha de Aquisição consiste em uma campanha que tem como objetivo construir uma lista de emails com lucro.

Ou seja, essa não é a campanha que irá gerar o maior faturamento para sua empresa, é apenas uma maneira de investir em publicidade e ter um retorno imediato.

campanha-de-aquisicao

Nesse exemplo acima nós temos 2 campanhas muito parecidas, vendendo o mesmo produto logo na aquisição, a única diferença está no Imã Digital.

 

Na primeira campanha é oferecido gratuitamente um Plano de Marketing e na segunda é oferecido um E-book sobre Email Marketing.

 

Essa é uma maneira de segmentar o público já no cadastro inicial ao entrar na lista.

 

Basicamente esse campanha possui apenas 4 apenas cadastrados, são eles:

 

1 Email de Boas Vindas com a entrega do E-book ou material gratuito:

campanha-obrigado

 

Esse email é enviado automaticamente após o cadastro. (Olha o piloto automático aí). rsrs.

 

campanha-de-aquisicao
Se você reparar na imagem acima, perceberá que existe uma TAG chamada “Comprou o Kit de Autoridade”.

 

Essa tag está definida como a meta final dessa campanha, ou seja, quando alguém comprar o produto e receber a tag, automaticamente a sequência de emails é interrompida.

 

A integração é feita através da plataforma de pagamento e a InfusionSoft. Nós atualmente trabalhamos essa integração com a Hotmart e Eduzz, em alguns produtos nós usamos a Hotmart e em outros Eduzz (Estamos fazendo testes de plataformas).

 

Para outros produtos nós utilizamos o MOIP.

 

Se a pessoa entrar na lista e após ver a página de obrigado com a oferta do nosso primeiro produto que tem como objetivo pagar pelo investimento em tráfego, a segunda sequência será inicia.


3 emails de oferta

 

emails-de-vendas-kit
Pronto! Essa é a campanha que está automatizada.


01 – As pessoas chegam em uma página de captura

 

 

pagina-de-captura

 

 

02 – A oferta é feita imediatamente após o cadastro 

 

venda

 

 

Após o público ter acesso a página de vendas ele pode comprar ou não… Caso ele não compre, que acontece com 90 a 95% das pessoas, eles entram na sequência entre os emails incentivando o público a dar o próximo passo que é uma primeira compra.

Dependendo da sua campanha, qualidade da oferta você pode ir otimizando sua taxa de conversão.

 

Nesse exemplo eu vendo um produto de R$97, produtos de menor tendem a ter uma taxa de conversão maior, mas você precisa analisar também o tempo médio de retorno do investimento em publicidade.

 

Como Planejar a Automação?

 

O seu objetivo como profissional de marketing ou dono de um negócio é sempre ter NOVAS pessoas conhecendo sua empresa e visualizando suas ofertas.

 

Essa primeira campanha apresentada acima teve como objetivo principal construir uma lista de emails com LUCRO.

 

Nós temos várias campanhas de aquisição feitas de maneira automatizada, assim como no exemplo acima.

 

Porém, no momento de vender os produtos principais que são os produtos de um valor maior, PRIMEIRO nós realizamos as campanhas em TEMPO REAL, ou seja, broadcast.

 

Ao invés de automatizar, nós testamos emails e campanhas para identificar quais tem o melhor desempenho e somente DEPOIS de rodar a campanha, iniciamos então uma campanha automatizada.

 

Depois de rodar uma campanha completa, ver os resultados finais em vendas, faturamento e métricas, é o momento de automatizar o restante do processo.

 

Qual a vantagem desse modelo?

 

Muitos profissionais sequer utilizam o conceito da campanha de aquisição e investem em publicidade tentando vender o produto principal da empresa, de imediato.

 

Essa também é uma maneira válida, porém, com um risco muito superior.

 

Quando você cria uma sequência de 10,15 emails automáticos e começa a comprar tráfego sem ter a certeza do que irá acontecer ou no mínimo uma expectativa mínima com base em números, os riscos são bem maiores.

 

É nesse modelo que muitas empresas estão trabalhando hoje. Simplesmente criam uma grande sequência de emails e começam a comprar tráfego.

 

O modelo que nós utilizamos e ensinamos aos nossos alunos é completamente diferente.

 

Dá mais trabalho? Sim! 

 

Mas os riscos são menores, bem menores.

 

Além disso, se uma primeira campanha não funcionar bem, você já recuperou o investimento em publicidade.

 

E mesmo assim, você poderá rodar uma segunda, terceira ou quarta campanha. Se você quer organizar seu calendário do jeito certo, dá uma olhada, leia este artigo.

Bons estudos! 🙂
Natanael Oliveira

 

certificado5

 

 

 

 

Natanael Oliveira
Natanael Oliveira é publicitário, Criador do Programa de Formação Expert em Vendas Online, Co - fundador do portal Marketing Com Digital Cursos e autor do livro Seja o Empresário da Sua Ideia.

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *