Como Planejar Seus Anúncios no Facebook Ads

 

Um dos maiores erros de muitos iniciantes no Facebook Ads e que acontece até mesmo com algumas pessoas mais experientes é o de olhar SOMENTE para aspectos técnicos na hora de investir em publicidade.

Segmentação, Custo por clique, Formato do anúncio, etc.

 

O aspecto mais importante da sua publicidade no Facebook deve ser o de criar uma oferta realmente FORTE para o seu público.

 

A melhor maneira de segmentar o público através do Facebook não está na opção de “Interesses” mas na MENSAGEM que você irá entregar no seu anúncio.

 

Nesse artigo você irá aprender como criar uma MENSAGEM para a sua campanha de publicidade.

Passo número 01: Defina qual o PROBLEMA a mensagem irá atacar

 

Um dos conceitos mais importantes que eu tenho aprendido com os empresários americanos e donos de agências nos EUA é a ideia de fazer parte para problemas e não para pessoas.

Deixa eu explicar isso melhor.

 

A maioria das pessoas colocam o primeiro passo da criação de uma campanha no Facebook ads como a definição do público.

 

Nesse momento a maioria das pessoas faz o seguinte:

 

01 – Sexo
02 – Idade
03 – Localização

 

Nesse modelo de construção de mensagem para uma campanha esses dados são completamente secundários.

 

O primeiro passo é definir qual o PROBLEMA iremos atacar durante a campanha e esse será o foco de toda a construção da mensagem.

 

Vou dar o exemplo prático: 

 

Imagine que eu vou criar uma campanha para ajudar profissionais de outros áreas que estão migrando para o marketing digital, mas essas pessoas estão se sentindo completamente travadas com esse novo mundo de informações.

Resumindo: O problema é o Ciclo da Falência.

Pessoas que estão investindo em vários cursos e não conseguem ter resultados.

Existem homens enfrentando esse problema? Sim

Existem mulheres enfrentando esse problema? Sim

Existem homens de 30 anos passando por esse problema? Sim

Existem homens casados enfrentando esse problema? Sim

Existem mulheres solteiras enfrentando esse problema? Sim

O que segmenta o público não é exatamente a IDADE ou SEXO, mas o PROBLEMA.

Agora que você entendeu o conceito vamos para a prática.

Ao iniciar uma nova campanha faça a seguinte lista:

Quais os maiores obstáculos o seu público está enfrentando? (Seja específico)

Liste os problemas no seguinte formato.

 

Exemplo: Pessoas que estão com dificuldades para fechar contratos de consultoria de alto valor, atualmente só fecham contratos de R$500 à R$1.000 mas elas gostariam de ter contratos melhores, porém, não fazem ideia de como fazer isso.

 

Exemplo: Empresários que já investiram em inúmeras estratégias diferentes de marketing digital mas nunca conseguem colocar a estratégia completa no ar, sempre fica faltando alguma coisa.

 

Ele gostaria de ver uma campanha sendo implementada do começo ao fim.

 

Esses problemas servirão como base para a construção dos ganchos de seus anúncios.

 

Essa primeira fase é extremamente importante, recomendo que você dedique um bom tempo na identificação de quais os problemas você irá construir.

 

Logo mais a frente você verá na prática a criação dos ganchos que na prática significa a apresentação da solução para o problema identificado.

 

Passo número 02: Definição dos Interesses

 

A etapa de segmentação é extremamente importante para uma campanha de sucesso no Facebook Ads, no entanto, não adianta simplesmente fazer uma boa segmentação, caso a sua mensagem não seja realmente FORTE para aquele público.

 

Muitas pessoas acertam na hora de segmentar os interesses, porém, como tem uma mensagem fraca o anúncio acaba tendo uma baixa taxa de cliques e fracos números de conversão.

 

Imagine o seguinte cenário.

 

Pense em uma página que você curtiu sobre Marketing Digital, isso é um indicativo que você tem interesse específico no assunto marketing digital, correto?

 

No entanto, você pode nesse exato momento está buscando informações mais específicas sobre Copywriter ou Tráfego Pago e já se considera satisfeito com os seus resultados em email marketing.

 

O que é mais provável que chame sua atenção?

 

Um anúncio sobre produção de conteúdo ou um anúncio sobre anúncio no Facebook?

A resposta óbvia é que você irá se interessar mais e provavelmente clicar em um anúncio que fale do assunto que atualmente você está com um problema.

 

Algo que você pode fazer caso você ou seu cliente já tenha uma lista de emails ou de compradores é a de usar o recurso do Lookalike que na prática significa Públicos Semelhantes.

 

Quando você pega uma lista de emails e sobe no Facebook pedindo que ele crie um público semelhante, na prática ele irá reconhecer quem são aquelas pessoas que tem aquele mesmo email e estão no Facebook para então buscar pessoas com o perfil parecido.

 

Imagine que o seu email pessoal seja “jose@gmail.com” e esse mesmo email você usou para criar sua conta no Facebook.

 

Quando eu subo esse email no Facebook ele encontra o seu perfil, vê sua idade, sexo, interesses e uma série de outros dados e é dessa forma que ele irá procurar pessoas parecidas com você.

Porém, não recomendo que você use APENAS o lookalike, o ideal é que você diariamente esteja procurando por novos interesses.

A melhor maneira de encontrar interesses não é no Facebook.

 

Muitas pessoas se limitam apenas a busca do próprio Facebook para encontrar páginas com interesses relacionados ao seu público.

A busca do Facebook ainda tem MUITO a melhorar e mesmo quando ela estiver em um nível melhor, ainda assim não acredito que essa busca seja a única alternativa.

Quanto maior seu conhecimento sobre o público e os hábitos dele e seus interesses, mais fácil será encontrar o que eu gosto de chamar de “As páginas de ouro”.

 

É muito comum as pessoas se limitarem a escolher somente páginas grandes, com milhões ou centenas de milhares de fãs, quando na verdade, páginas com uma quantidade bem menor de fãs podem ter uma qualidade infinitamente maior.

 

Vou te dar o exemplo do mercado de Golf.

 

É provável que você conheça o Tiger Woods, um dos golfistas mais famosos do mundo.

 

Se você fosse criar um anúncio para vender produtos de Golf, você escolheria a página do Tiger Woods? Provavelmente sim.

 

No entanto, muitas pessoas que curtiram a página do Tiger Woods não necessariamente praticam o esporte, são apenas fãs do atleta em si.

 

 

No entanto, se você escolher páginas de jogadores como Gary Player e Jack Nicklaus, é mais provável que você tenha fãs que praticam o esporte ou são entusiastas.

 

Coloque na sua rotina a busca por essas páginas de ouro, investigue seu público, seus interesses, blogs que eles acessam, comunidades que eles fazem parte.

É o famoso “underground” todo mercado possui um nível mais profundo de interesses que SOMENTE quem realmente faz parte conhece, é aqui que você deve se concentrar.

 

Passo número 03: Criação da MENSAGEM dos anúncios 

 

Não é novidade que o conceito de Native Ads é sem dúvida o grande futuro da publicidade online.

 

Na verdade, quem utiliza esse conceito hoje já está conseguindo resultados extremamente superiores.

 

De uma maneira bem resumida o Native Ads consiste em anúncios que NÃO se parecem com anúncios, mas com um conteúdo.

 

Nesse artigo eu falo sobre estratégias de compra de tráfego e dou alguns exemplos de anúncios nesse modelo.

 

O Facebook está simplesmente repleto de vários anúncios que simplesmente são ignorados pela maioria de nós por uma razão bem simples.

 

Está na cara que se tratam de anúncios.

 

De uma maneira geral nós não gostamos de publicidade. As pessoas odeiam marketeiros. Essa é a verdade.

 

Porém, as pessoas ADORAM conteúdos, informações e principalmente de encontrar algo que lhe dê vitórias.

 

Lembre agora do primeiro passo quando falamos sobre a definição de PROBLEMAS, agora é o momento de criar a mensagem da solução.

 

Exemplo do Problema: Pessoas que estão com dificuldades para fechar contratos de consultoria de alto valor, atualmente só fecham contratos de R$500 à R$1.000 mas elas gostariam de ter contratos melhores, porém, não fazem ideia de como fazer isso.

 

Como você criaria uma mensagem para um anúncio que tem como objetivo resolver esse problema acima?

 

Imagine que o seu anúncio irá levar a pessoa para uma página com um E-book específico falando sobre “Como cobrar por uma consultoria de marketing digital”.

Como seria esse anúncio?

Percebe como é mais fácil pensar em um texto para o seu anúncio quando você realiza o exercício completo?

Percebe como não se trata apenas de encontrar palavras matadoras?

 

Exemplo de texto para o anúncio: Se você está com dificuldade para fechar bons contratos é porque provavelmente você não tem um método de precificação…

Imagem: Algo que seja contextual como se fosse uma reportagem ou algo do tipo.
Headline: Manual de Como Cobrar por uma Consultoria

 

Esse é um tipo de anúncio feito para pessoas que já tem uma agência ou já são consultores e por isso, esse problema é algo REAL que faz parte do dia a dia deles.

 

O Gancho final do anúncio é bem simples:

 

01 – PROBLEMA: Não estão conseguindo fechar bons contratos
02 – CAUSA: Não tem um MÉTODO para negociar e precificar
03 – SOLUÇÃO: Manual de Como Cobrar por uma Consultoria

 

Todas as vezes que você for planejar a construção de anúncios no Facebook pense em termos de CAMPANHA.

 

Qual será o tema da campanha? 

 

Essa campanha sempre será baseada naquilo que você irá entrar na página de destino, seja um artigo, imã digital ou oferta?

Sempre pense em termos de Problema, Causa e Solução.

O problema é o tema da sua campanha.

A solução é o seu gancho, aquilo que você irá promover no seu anúncio.

 

Coloque esse método em prática na sua próxima campanha e veja como será extremamente mais simples criar anúncios e ganchos para suas campanhas.

 

Se você quer ser aprofundar no assunto Compra de Tráfego no Facebook Ads, recomendo que você assista a minha palestra sobre “Como Transformar Anúncios em Faturamento”

🙂

 

Natanael Oliveira
Natanael Oliveira é publicitário, Criador do Programa de Formação Expert em Vendas Online, Co – fundador do portal Marketing Com Digital Cursos e autor do livro Seja o Empresário da Sua Ideia.

Comentários

  1. Show Natanael, eu ja tinha desistido de anunciar em facebook, eu acho muito caro e a concorrência é enorme o que deixa ainda mais caro…. mas depois que comecei a ouvir sobre native ads e estudar resolvi fazer mais uma tentativa… e gerei alguns resultados interessantes… continuo achando caro em relação a youtube… mas pelo menos não ficou com um ROI negativo…. Abraço

    Responder

  2. To viciado no seu portal, só conteúdo de primeira linha! Parabéns, Natanael e sua equipe 😀

    Responder

  3. Praticamente um mini curso de marketing no Facebook. Apertar os botões do gerenciador de anúncios é algo que aprendemos em um dia. Mas pensar de maneira completa na estratégia é o que realmente vai trazer resultados. Obrigado pelo conteúdo, Natanael.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *