conteúdo marketing lead magnet tripwire

Por que os conteúdos que você publica não geram vendas

Assim como beleza não põe mesa, ter apenas um bom conteúdo não é garantia de que suas vendas aumentarão com a ajuda da internet.

Do que adianta ter o melhor carro de Fórmula 1 do mundo se você não tem um piloto habilidoso para pilotá-lo?

O melhor carro do mundo + um piloto ruim… Essa não parece ser uma boa combinação.

Sabe qual é outra combinação ruim?

Bons conteúdos + Boa divulgação

Isso mesmo, essa dupla dinâmica não dá conta do recado.

Quer descobrir quais são os outros itens que SEMPRE precisam acompanhar um bom conteúdo? Se você quiser melhorar os resultados da sua empresa na internet, continue lendo.

Conteúdo que gera resultados

Se você tem uma empresa e produz conteúdos online, como textos, vídeos ou áudios, é completamente normal e compreensível esperar que esses trabalhos conquistem novos clientes para o seu negócio, não é mesmo?

Afinal de contas, empresas precisam lucrar.

A questão é que muitas empresas escolhem seguir o arroz com feijão, o básico, que seria ter um site, conta em algumas mídias sociais, como o Facebook, e fazer algumas publicações semanais para dizem que existem na internet.

Outras até levam isso mais a sério e entendem que é preciso produzir um conteúdo relevante para a audiência, isto é, elas sabem que o público precisa ser ajudado pelas informações que a empresa disponibiliza.

No entanto, mesmo sabendo priorizar a audiência, as empresas apenas focam em um bom conteúdo, uma boa divulgação, e depois rezam para que alguém que gostou do conteúdo efetue uma compra.

Mas o que é que esses dois tipos de empresa estão deixando de lado? O que elas precisam fazer para produzir conteúdos que realmente gere resultados?

Aumentando as vendas de uma empresa com a produção de conteúdos

A primeira coisa que você precisa entender é que não são os conteúdos em si os grandes responsáveis pelas vendas. Eles fazem parte do processo, mas não são a etapa final.

Isso que você irá aprender agora faz parte de um grande sistema de vendas, o OVC, sigla para Otimização de Valor do Cliente.

Veja mais detalhes desse sistema de vendas utilizado por empresas famosas do mundo todo

Bom conteúdo + Boa Divulgação + Call to Action (Chamada Para a Ação) + Boa Oferta

Essa é a fórmula que gera vendas através de conteúdos.

O que é um Call to Action (Chamada Para a Ação)

O Call to Action é categorizado por mensagens, geralmente com palavras no imperativo, como “clique aqui, ligue agora, inscreva-se…” que aparecem ao final de um conteúdo.

Ele é algo muito comum na nossa rotina, mas talvez você nunca tenha parado para pensar nisso.

Se você costuma assistir a vídeos de canais do Youtube, sabe que muitos contam com uma mensagem no final, pedindo para se inscrever no canal, deixar um comentário, um like, compartilhar o conteúdo….

Isso seria um Call to Action, pois o produtor do conteúdo quer que o consumidor dele, que pode ser você, realize uma determinada ação ao final do mesmo. No caso do Youtube são as opções citadas no exemplo acima, que afetam diretamente o crescimento de um canal.

Sem um Call to Action tudo fica muito solto…

As pessoas podem até gostar do seu conteúdo, mas elas nem sabem o que fazer depois disso. Acredite, as mensagens ao final do Youtube realmente fazem a diferença e aumentam o número de inscritos, likes, compartilhamentos e comentários de um vídeo.

Seguindo essa lógica, faço a seguinte pergunta para você:

Os conteúdos da sua empresa possuem um Call to Action? Se a resposta for não, já encontramos um dos problemas.

Mas Mateus, o meu Call to Action vai chamar para qual ação?

Como empresa, você tem duas opções:

Oferecer um ímã digital, ou oferecer um produto/serviço muito atrativo e barato, conhecido como tripwire. É hora de definir a sua oferta.

Uma Boa Oferta

Usar chamadas de ação para que alguém curta ou compartilhe o seu conteúdo podem sim gerar estes resultados e são muito boas em plataformas como o Youtube, mas em um blog a coisa funciona de um jeito diferente.

Pedir que um texto de blog seja curtido e compartilhado apenas vai aumentar a divulgação desse texto, e logo no início desse conteúdo eu te falei que Bom Conteúdo + Boa Divulgação é uma combinação ruim.

As pessoas precisam ser levadas a uma ação, e para uma empresa, a melhor ação possível seria uma compra. É por isso que uma empresa tem duas opções de boa oferta:

– Ímã Digital
– Produto/Serviço Atrativo e Barato (Tripwire)

A primeira opção consiste na oferta de um bônus, algo gratuito que seja útil para o seu público-alvo.

A segunda é um produto/serviço de baixo preço e que serve para demonstrar o que a sua empresa pode oferecer.

Confira em detalhes as duas opções.

Ímã Digital

Já falamos sobre Ímã Digital aqui no Marketing com Digital algumas vezes.

Basicamente, um Ímã Digital vem em formato de E-book, PDF, vídeo, Infográfico e às vezes um software (para empresas que trabalham com a produção de programas e aplicativos).

Um bom ímã digital possui duas características:

– É capaz de passar a sensação de valor imediato a quem o consome
– É gratuito

Mateus, como assim valor imediato?

Ímãs Digitais precisam ser o mais simples possível, e o motivo é um só: você quer que o seu público seja beneficiado de cara com o conteúdo do seu ímã digital.

Quando a pessoa usa o conteúdo do seu ímã e consegue bons resultados com ele, ela tem a prova de que suas dicas funcionam, ou seja, você não é uma furada.

É por isso que quanto mais objetivo e prático for o seu ímã digital, melhor.

Um E-book de 10 páginas capaz de gerar bons resultados é melhor do que um de 200 que gera ainda mais resultados. Sabe o por quê?

Porque o primeiro E-book é curtinho, mais rápido de ler… é um ótimo ímã digital. O E-book de 200 páginas já se encaixa como um produto.

Imagine só disponibilizar um e-book de 200 páginas como ímã digital…

Várias pessoas farão o download, mas menos da metade fará a leitura completa, e sem a leitura completa as pessoas não perceberam a utilidade do conteúdo que você disponibilizou completamente, cortando todo o efeito do ímã digital.

É por isso que você precisa escolher muito bem o seu ímã digital.

Mas Mateus, e é só isso, eu vou dar de graça um conteúdo rápido e prático que gera resultados na espera de que a pessoa goste e depois compre algo da minha empresa?

Não, há algo mais, que é aplicado tanto no Ímã Digital quanto no Produto/Serviço de baixo preço (Tripwire)

No processo de recebimento do conteúdo o seu público precisará efetuar um cadastro, ou seja, ele fará parte da sua lista de email.

Se você for inteligente você fará uma segmentação na sua lista. Isso significa que você saberá como o usuário entrou para a sua lista de emails, o que lhe dirá muito sobre que tipo de produto pode interessar esse usuário.

Uma vez na sua lista de email a pessoa receberá mais de suas ofertas e conteúdos, promocionais ou não, e estará mais propensa a efetuar uma compra com você, visto que tudo isso que você fez resultou na construção de um relacionamento com o seu público-alvo.

Um dos nossos ímãs digitais, por exemplo, é um E-book:

lead magnet ímã digital e-book

Produto/Serviço de baixo preço (Tripwire)

Sabe qual é o tipo de pessoa que está mais propensa a comprar de você? Alguém que já comprou antes, ou seja, alguém que já experimentou a sensação de ser seu cliente.

É esse o princípio do Tripwire: apresentar algo simples e prático, assim como o ímã digital, com uma diferença de não ser gratuito.

No entanto, o tripwire se destaca das suas demais ofertas por um motivo: ele tem um preço muito abaixo dos outros itens que você oferece.

A razão é simples: não importa se a pessoa pagou 1 real, ela teve uma experiência de compra, o dinheiro trocou de mãos. Você acabou de ter um novo cliente.

Tripwires normalmente são produtos simples, em formato digital, assim como os ímãs digitais.

Na imagem abaixo você confere um dos nossos tripwires, um E-book com um bônus:

e-book bônus tripwire marketing digital

Recapitulando

Ter um bom conteúdo e uma boa divulgação não basta. Enquanto muitos deixam seus conteúdos expostos e rezam para alguém se interessar, você chamará o público para a ação e disponibilizará ofertas atrativas.

Bom Conteúdo + Boa Divulgação + Chamada Para a Ação + Boa Oferta

Chamadas Para a Ação e Boas Ofertas contam com a presença de:

– Ímãs Digitais
– Produtos/Serviços de baixo preço (Tripwire)

Dê resultados para o seu público através de um conteúdo rápido e prático, e veja o agradecimento na forma de confiança no seu trabalho.

Se você quer ter acesso a mais conteúdos que lhe ajudem a otimizar os resultados da sua empresa na internet, dê uma olhada na nossa Área de Membros do Marketing com Digital.

Um grande abraço e até o próximo texto.

Webwriter do portal Marketing com Digital e colunista na revista oficial da Nintendo no Brasil. Também trabalha, desde 2006, com a produção de eventos de cultura pop voltados para jovens.

Comentários

  1. Mateus, parabéns pelo artigo. Muito bom mesmo, gosto muito de ler os artigo aqui do blog de vocês pois sempre tiramos algo de valor, mesmo que seja um simples detalhes. Mais é isso e vamos que vamos.

    Responder

  2. […] A chamada para a ação é algo indispensável para quem quer um blog capaz de gerar vendas. Tudo que você precisa fazer é dizer ao público o que ele precisa fazer assim que terminar de ler o seu texto. Se você não tem ideia da importância disso, recomendo que leia um artigo sobreconteúdos que NÃO geram vendas. […]

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *