O primeiro passo para criar um produto online

Criar um produto. Esse é um dos grandes desejos e um dos principais medos de quem está ingressando no mundo do marketing digital.

E se ninguém gostar? E se eu não tiver o que ensinar? Eu sou bom o suficiente?

Essas são algumas das perguntas que passam pela cabeça de grande parte das pessoas que sonha em ganhar dinheiro através da internet, ter sua independência financeira, trabalhar de casa e finalmente fazer algo que ama.

Como eu sei disso?

Essas são as 3 coisas que eu mais escuto quando converso com pessoas sobre o mundo do marketing digital, sejam elas pessoas que já ingressaram nesse universo ou mesmo aquelas que ainda não colocaram nenhum dedo dentro dele.

Talvez você tenha muita vontade de criar o seu produto, talvez você já tenha algo em mente, mas não tem a menor ideia se alguém tem interesse nele.

Bem,  se você se identificou com alguma coisa que eu falei acima, continue lendo este conteúdo porque nas próximas linhas eu vou te ensinar o primeiro passo para criar o seu produto, e eu prometo que não é um bicho de 7 cabeças.

Vamos lá?

Como saber o que o seu público quer saber

publico

A melhor forma de evitar o fracasso de um produto é deixar que o público direcione as suas escolhas. Se você tem um produto em mente, mas não sabe se o seu público tem interesse nele, ou se você nem sabe por onde começar, mas atua em algum seguimento especifico, a primeira fase para desenvolver o seu produto é deixar que o seu público te conte o que ele quer saber.

Comece a ouvir o seu público e esqueça as suas suposições.

E como fazer isso?

Você tem uma lista e é produtor de conteúdo?

Se a resposta for sim, eu sugiro que você analise alguns pontos:

  • Quais são os seus conteúdos com mais acesso e com mais comentários?
  • Quais são os conteúdos que você envia por e-mail que mais geram respostas da sua lista?
  • Quais são as principais dúvidas deles nos comentários, sejam em resposta ao seu e-mail , blog ou até mesmo em redes sociais, como o Facebook?

 

Aproveite para ler: 3 Dicas Para Produzir Bons Conteúdos Sem Perder Tempo 

escrever-conteudo

Você não tem uma lista e não produz  conteúdo?

Não ter uma platéia não te impede de descobrir o que o seu público quer saber.

A ideia é se infiltrar e fazer parte do seu próprio público. Comer o que ele come, viver onde ele vive, rs.

Brincadeiras a parte, a ideia é que você esteja onde o seu prospecto está, ouvindo o que ele tem a dizer, descobrindo o que ele quer saber, e para isso você vai precisar pesquisar no blog dos seus possíveis concorrentes os comentários que as pessoas deixam e procurar padrões.

A ideia é descobrir qual a necessidade dele, quais são os medos, as alegrias, o que ele realmente precisa?

Participar de fóruns e grupos no Facebook  também vai te ajudar nessa investigação, então preocupe-se em estar onde o seu público estiver.  Acompanhar as discussões no Twitter também é válido.

Procure padrões e comece a organizar toda a informação que você conseguir.

Investigar é um processo que a maioria das pessoas ignoram, mas que não apenas diminuem as chances de fracasso, mas encurtam a sua jornada na busca pelo consumidor.

David McConnell era um vendedor de livros e batia de porta em porta tentando vender seus produtos para as donas de casa no final do século XIX, nos Estados Unidos .

Um dia alguém lhe disse que mulheres não queriam comprar livros, queriam comprar perfumes e produtos de beleza, então ele teve a ideia de oferecer frascos de perfume como brinde para suas clientes, assim elas o receberiam e finalmente comprariam seus livros.

avon

O brinde foi um sucesso, mas os livros não vendiam. Prestes a desistir da venda de livros e abandonar tudo, Mc Connell foi abordado na rua por uma dona de casa, ela estava interessada em mais frascos de perfumes, mas não como brinde, ela gostaria de pagar por eles.

Foi nesse momento que ele finalmente entendeu o que o seu público verdadeiramente queria. Ele largou os livros, abraçou a beleza e fundou a Avon.

Preciso dizer mais alguma coisa?

Já sei o que o meu público quer, e agora?

piloto

Uma vez que você tem uma ideia do que o seu público está interessado e disposto a pagar para ter acesso, você precisa partir para um passo importante: validação.

Qual a melhor maneira de fazer isso?

– Criar um piloto.

Quando uma empresa quer inserir um produto no mercado ela cria uma edição limitada, e quando um canal quer lançar uma série de TV? Ela cria um piloto.

Todo mundo testa. Validar é fundamental para o futuro do seu produto, por isso que nesse momento você precisa criar uma versão piloto para teste, em outras palavras, criar uma amostra do que você tem a oferecer, deixar que o público experimente e decida se quer mais.

Como criar o seu piloto

Com as informações em mãos e a ideia do que fazer, você vai precisar, em primeiro lugar, apresentar a sua ideia como uma resposta às dúvidas do seu público, algo que ele pediu e que foi atendido.

Você pode criar um e-book ou mesmo um super conteúdo, algo que mostre para o seu prospecto um pouco do que você tem a oferecer. Nesse momento você não cobrará nada, apenas entregará um excelente material, de graça.

E por que?

Em primeiro lugar, para ouvir o que o seu possível cliente tem a dizer sobre ele: era isso mesmo que ele buscava?  Eles estão interessados?

Se a resposta for não, você vai precisar voltar para sua investigação.

Em segundo lugar, para criar uma conexão com o seu público. Entregar um bom conteúdo totalmente grátis gera um sentimento de reciprocidade, esse sentimento vai ser importante na hora dele decidir se vai comprar ou não algo de você.

Fale para o seu público sobre a sua motivação em escrever aquele conteúdo, explique que aquilo é uma pequena amostra de algo grande e completo sobre aquilo que você está preparando.

Mostre para ele o que vem pela frente, apresente a estrutura do seu produto. É preciso que ele entenda que você está prestes a lançar algo bem maior, assim ele saberá o que espera e não ficará surpreso quando você tentar vender algo para ele.

Se você já tem uma lista, comece a testar o seu piloto com ela, se você não tem, use-o como isca digital e comece a construir sua lista. É com ela que você vai ter um relacionamento sério, enviando ótimos conteúdos e recebendo feedback sobre eles e depois vendendo o seu produto final, que após os seus testes estará maduro e pronto para ser vendido.

Você já sabe o que precisa fazer, mãos a obra!

trabalhar-feliz

Se você esteve todo esse tempo adiando a criação do seu produto, agora é hora de colocar a mão na massa. Siga os passos, faça os testes e esteja sempre preocupado em ajudar as pessoas com o seu conhecimento,  elas serão os seus verdadeiros seguidores.

Para conferir conteúdos exclusivos sobre marketing digital, confira a Área de Membros do Marketing com Digital.

Ficou com dúvida?  Deixa o seu comentário aqui abaixo que eu vou te ajudar.

Bom trabalho e muito sucesso!

Iaponira D. Oliveira

 

 

 

Iaponira Oliveira
Publicitária, Gestora de conteúdo e Co-fundadora do portal Marketing Com Digital. Realizou projetos de Marketing de Conteúdo em diversas empresas e é responsável por vários treinamentos sobre produção de conteúdo.

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *