ganhar dinheiro internet online marketing

Ganhar Dinheiro na Internet: 4 Razões Porque Você ainda Não Consegue Ganhar Dinheiro Com a Internet

Você sonha em ter um negócio online 100% seu? Algo que seja realmente sólido e que você possa dizer com todas as letras que tem uma empresa online? Eu sei exatamente o que é isso.

E uma coisa que eu posso lhe dizer com toda certeza é: Você não é o único.

Todos os dias, milhares de empresas nascem com o objetivo de atuar no ramo digital, e isso não é um exagero. Se você procurar o SEBRAE da sua cidade e perguntar para os consultores qual o tipo de negócio que os brasileiros mais querem investir, a resposta será Internet.

Conheço muitas pessoas que são completamente apaixonadas pelo mundo digital, sabem tudo sobre internet, acompanham as últimas tendências e sonham em um dia construir o seu próprio império online.

Por que tantas pessoas sonham e conquistar o sucesso na internet?

ganhar dinheiro vendas online internet

A resposta é muito simples, porém, eu poderia passar horas e horas falando sobre isso. Mas vou dar uma breve resumida.

Uma empresa digital lhe dá:

– Flexibilidade para trabalhar em qualquer lugar com notebook e internet.

– Capacidade de escalabilidade (Dobrar ou triplicar o tamanho da sua empresa em um tempo que nenhum outro tipo de negócio consegue)

Sem falar que vivemos em um era da tecnologia, onde as pessoas consomem o digital a todo o momento.

Mas, ao mesmo tempo que muitos sonham em empreender na internet, diariamente milhares de empresas fecham suas portas com poucos meses de operação, milhares de profissionais desistem de trabalhar com internet e acabam voltando para os seus antigos empregos.

Pessoas que vivem frustradas pois não trabalham com o que amam, mas com aquilo que é suficiente para pagar as contas… Muitos desses profissionais estão cometendo os mesmos erros.

Eu não sei se você já começou o seu negócio digital, talvez você esteja pensando em começar, ou talvez esteja lutando para não fechar, mas de uma coisa eu tenho certeza: se você estiver cometendo um desses erros, eu ficaria preocupado.

Mas fica tranquilo, neste guia eu vou falar sobre as 4 Razões porque você ainda não consegue ganhar dinheiro com a internet.

Antes de qualquer coisa, deixa eu somente esclarecer algo sobre “Ganhar Dinheiro na internet”.

Existe uma grande diferença entre ganhar dinheiro na internet e ter um negócio de verdade.

Algumas pessoas estão ganhando dinheiro com a internet hoje, porém, daqui a alguns meses, talvez isso não esteja acontecendo da mesma forma.

O Motivo?

São pessoas que ainda não têm um modelo de negócio bem definido, pessoas que ainda não construíram o seu sistema. Vou falar mais sobre isso daqui a pouco.

Fica comigo até o final desse guia que você vai conferir: 01 – Você precisa ter um bom site ou blog  02 – Por que você precisa de uma lista de emails? 03 – Como usar o poder do conteúdo para vender do jeito certo? 04 – Como criar o momento perfeito para a venda

Primeira Razão: Quem não tem um bom site/blog, perde dinheiro todos os dias

negócios dinheiro internet marketing digital

Dizem que quem casa quer casa. E essa é uma grande verdade. Recém-casados sonham com sua casa nova, móveis, decoração, e tudo que se tem direito.

Algumas empresas, porém, acreditam que basta comprar um domínio, colocar um monte de códigos html e pronto, a mágica acontece.

Eu tenho certeza de que se você decidir comprar uma casa nova você não vai fazer isso de qualquer jeito, não é verdade?

Principalmente se você tiver uma esposa exigente como a minha, ou se você for exigente como ela. rs

Há cerca de 4 anos eu comecei a trabalhar com marketing digital, e logo nos primeiros meses decidi me especializar inicialmente nas técnicas de SEO (Otimização de sites).

Dentro dos pilares da otimização está a questão de um site que seja amigável aos mecanismos de busca.

Isso envolve um site leve, que não demore muito para carregar, URLs amigáveis, uma hospedagem segura que não fique caindo o tempo todo, títulos ricos em palavras chaves, conteúdo único e relevante, uma boa usabilidade no site, entre diversos outros fatores.

Talvez você esteja pensando sobre cada um desses itens e percebido que o seu site não tem sequer 10% do que deveria ser feito no que diz respeito à otimização. Fica tranquilo, isso não é culpa sua.

Muitos profissionais têm investido todo o investimento publicitário em anúncios em Facebook Ads e Google Adwords.

Basicamente criam uma página chamada página de Captura ou Squeeze page, onde pedem o Nome e o Email dos visitantes. Isso funciona? Sim, funciona.

O Problema? Ficar dependendo de uma única estratégia é algo absolutamente arriscado para o seu negócio.

Conheço empresários que simplesmente faliram depois que o Google bloqueou os anúncios no Adwords.

Se você quer ter um negócio online de verdade, você precisa ter um bom site/blog

Uma base oficial onde as pessoas possam lhe encontrar, um local onde você possa distribuir todo o seu conteúdo, compartilhar artigos, vídeos e, claro, interagir com o seu público.

Quanto tempo vai demorar para que eu tenha resultados com meu blog?

Não espere que u blog lançado hoje já receba milhares de acessos e visitantes amanhã. Não é tão simples assim.

Construir um blog de sucesso não é fácil, mas vale a pena.

Se hoje você não tem um blog/site com um layout profissional, com artigos originais sobre a sua área de atuação, essa é uma das razões porque você não está faturando o quanto você poderia faturar online.

Um exemplo vivo da importância de um blog pode ser observado em grandes ferramentas de marketing, como, por exemplo: Mailchimp: Blog.mailchimp.com.br Semrush: blog.semrush.com.br Crazyegg: blog.crazyegg.com Getresponde: Blog.getresponse

Por que será que eles têm blog? A resposta é muito simples: porque dá resultado.

Através do blog eles se relacionam com o seus clientes, atraem novos clientes, aumentam a sua autoridade e criam um ativo de audiência de grande valor.

Quais as vantagens de um blog?

Autoridade

Um blog lhe ajuda na construção de uma imagem de autoridade na sua área de atuação, a cada novo artigo, a cada pergunta respondida sobre tópicos de interesse do seu público, a sua reputação aumenta.

Quando você tem um acervo de conteúdo único e incrivelmente relevante para a sua audiência, sua empresa/marca, ou até mesmo você como profissional, consegue criar uma imagem muito forte de um expert naquele determinado tópico.

Essa imagem de autoridade está diretamente ligada ao seu volume de vendas online. Quanto maior sua autoridade, mais fácil gerar vendas online. Simples assim.

Reciprocidade

O seu conteúdo, além de gerar autoridade, é capaz de gerar um sentimento de reciprocidade na sua audiência.

Quando você cria artigos que ajudam as pessoas a resolver um problema, um dos comentários que você sempre irá receber será: “Muito obrigado, você me ajudou bastante”. Esse sentimento de gratidão é altamente poderoso para a construção do seu negócio, afinal, pessoas gratas tendem a buscar uma oportunidade de retribuir aquilo que elas receberam.

No momento no qual o seu público comparar sua empresa com o do seu concorrente, ele provavelmente pensará: “Poxa, mas essa empresa me ajudou tanto”.

A vantagem é sua, e a razão foi o seu conteúdo e a sua ajuda.

Segunda Razão: Você não está se dedicando na criação da sua lista de emails

Um dos grandes ativos do chamado “Novo Marketing” consiste na criação de uma lista de emails.

Porém, essa não é qualquer lista de contatos do tipo que você faz um download dos seus amigos do Gmail ou Hotmail.

Você precisa construir uma lista de clientes potenciais para o seu negócio.

Você não quer qualquer pessoa na sua lista, você quer um tipo específico de público, ou pelo menos era o que você deveria querer…

Mas eu tenho milhares de visitantes todos os meses no meu site, por que preciso construir uma lista de emails? Imagine que seu site está na primeira página do Google para uma palavra chave importante, e essa palavra chave representa 50% das suas visitas.

Agora imagine que por algum motivo seu site foi parar na décima página.

O que vai acontecer com suas visitas?

Exatamente, você perderá cerca de 50% delas…

Conheço uma locadora de carros que ficou com o fluxo de caixa negativo por quase 6 meses simplesmente porque perdeu seis posições no Google.

A única maneira de deixar sua empresa realmente livre de ameaças como essa consiste em ter sua própria base de clientes.

Quando sua empresa capta os email dos seus clientes, você consegue manter uma comunicação direta sempre que você achar necessário e oportuno.

Investir na criação de uma lista de emails é construir um ativo de verdade para o seu negócio.

No entanto, é importante frisar que você não quer qualquer tipo de pessoa, você precisa definir o tipo de cliente ideal. Defina o seu cliente perfeito, dê um nome imaginário para ele, liste quais os seus desejos, necessidades, anseios e dificuldades.

Com essas informações você será capaz de criar algo para atrair a sua atenção, algo que possa ser trocado pelo seu email.

Ex: Você inseriu o seu email para ter acesso a este material, isso significa que você trocou seu email para ter acesso a um conteúdo.

Crie algum material e ofereça em troca de um email. Porém, lembre-se que a sua oferta vai definir o seu o seu público. Ofereça uma solução sobre vender através da internet, e você atrairá um público interessado no assunto.

Cuidado com conteúdos muito genéricos, já que eles podem atrair um público que não é do seu interesse.

Exemplos de Geradores de Emails Você pode criar um E-book, Vídeo Aula, convidar as pessoas para um Treinamento Online, criar um PDF, Checklist…

Selecione um conteúdo que ajude a resolver um problema específico, defina qual mídia você irá utilizar, e empacote essa informação.

Logo em seguida você irá disponibilizar esse material em troca do email.

Você fará isso através de uma página de captura. Esse material poderá ser divulgado no seu próprio blog, na barra lateral através de um banner, ou com banners no início e fim dos seus artigos.

Terceira razão: Você não está usando o Poder do Conteúdo

Isso pode parecer um pouco exagerado, mas eu acredito
que somente 5% dos profissionais de internet estão utilizando o Conteúdo como uma ferramenta de marketing da maneira correta.

Muitos encaminham de imediato para o caminho dos anúncios e para a compra de tráfego imediato. Nada de errado com isso, essa é uma estratégia que realmente funciona.

Porém, se você ou sua empresa não produz conteúdo, as chances são que você esteja perdendo muito dinheiro.

Uma das melhores maneiras de gerar relacionamento com o seu público é através do conteúdo que você compartilha. Entenda conteúdo como artigos, vídeos, relatórios, video-aulas, treinamentos.

Quando você ajuda o seu público a resolver problemas,
imediatamente dois sentimentos são gerados, são eles: Gratidão e Respeito.

Logo, se hoje você não tem uma produção constante e direcionada para resolver problemas do seu público,
esse talvez seja um dos motivos pelos quais você não está vendendo online como deveria.

Além da gratidão e respeito que são resultados da entrega de um bom conteúdo, essa estratégia permite a aplicação de uma das técnicas de vendas mais avançadas que existem, que é a segmentação.

segmentação audiência marketing digital

Imagine você entrar na loja de roupas e a vendedora lhe apresenta uma blusa xadrez. Você então fala, não gosto muito desse tipo de roupa.

Ela então dá a volta e traz para você mais 10 modelos de outras roupas do mesmo estilo.

Você então fala… “Acho que você não entendeu. Eu disse que não gosto desse tipo de roupa”. A vendedora sorri e então começa a dar mais informações sobre a blusa.

Você educadamente repete “eu não gosto desse tipo de roupa. Por favor, me apresente outra coisa”.

Isso pode lhe parecer um pouco estranho, mas você pode estar fazendo a mesma coisa com a sua audiência.

Qual foi a última vez que você segmentou as pessoas por interesse? A última vez que você perguntou: O que você quer? O que você está procurando? Como posso te ajudar?

O conteúdo bem trabalhado segue a segmentação por temas. Isso é muito fácil e simples de implementar.

Por exemplo: Imagine que eu quero segmentar a minha lista por interesse em SEO.

Eu posso anunciar um mini-treinamento para a minha lista.

Opa pessoal, tudo bom? Próxima semana vou começar um mini-treinamento gratuito sobre como otimizar o seu site para o Google utilizando as técnicas de SEO.

Se você tiver interesse, aqui está o vídeo de apresentação do treinamento, ou a página para inscrição.

Existem duas formas de segmentar

01 – Pedir para que as pessoas se cadastrem para assistir o treinamento

02 – Separar somente as pessoas que clicaram para assistir o vídeo 01

Pronto. Agora você sabe quem se interessou por aquele assunto específico. Essa é a vantagem de segmentar por interesse.

Após identificar as pessoas que tem interesse no assunto SEO, os próximos emails serão enviados somente para quem se demonstrou interessado.

Nisto, eu posso enviar uma sequência de novos conteúdos para quem se demonstrou interessado. Ao final da sequência de conteúdo de engajamento, você pode ativar a sequência de vendas.

“Ex: Nos últimos dias você acompanhou meu conteúdo sobre [inserir aqui o conteúdo que você disponibilizou] você aprendeu como [inserir benefícios do conteúdo entregue gratuitamente] se você quer dar o próximo passo e aprender mais sobre [inserir seu tópico]

o [inserir seu produto/serviço] é o próximo passo ideal.”

Existe um momento perfeito para a conversão, isto é, para iniciar a chamada de vendas. Muitas pessoas não entendem porque não conseguem vender.

A resposta é muito simples. Você não preparou o seu público para a conversão.

É importante segmentar a sua audiência, engajar e, somente então, iniciar o processo de vendas.

Isso nos leva ao 4 motivo porque você não está vendendo.

[sc:NativeAdsLED ]

Quarta razão: Você não criou “O Momento Perfeito” para a venda

Existe uma relação direta entre o preço do seu produto X tempo de uma campanha de vendas. Diariamente vejo pessoas perguntando: “Tive centenas de cliques na minha página de vendas, mas não vendi absolutamente nada”.

Isso acontece por um motivo muito simples, o público que acessou a página não encontrou o momento perfeito para a venda.

Se você já sonhou muito em comprar algo, sabe que esse desejo não surge da noite para o dia, isto é, esse desejo passa por algumas etapas.

Seja a compra de um carro novo, ou algum eletrônico ou produto em especial, todos nós passamos por algumas etapas pré-compra.

Antes de falar um pouco mais sobre essas etapas, deixa eu explicar melhor a relação entre

Preço x Tempo.

Anote essa dica para nunca mais ficar frustrado com suas vendas. Se o seu produto tem um valor elevado, você precisa de um tempo maior para oferecer o seu produto.

Você já viu alguém comprar uma casa assim que visita a obra pela primeira vez? Acredito que não. Análises são feitas, pesquisas, dúvidas são tiradas, cálculos são feitos.

Por outro lado, você já viu alguém demorar 1 semana para escolher o sabor de uma Pizza? Pois é.

Quanto maior o valor do seu produto, maior o tempo necessário para que a sua audiência passe por etapas de segmentação e engajamento.

Um produto de baixo valor, entre R$7 a R$19, não precisa de 15 dias para ser oferecido. Esse é um produto que pode ser oferecido tão logo que o seu público entra na sua lista de email.

Imagine que você entregou gratuitamente um mini-treinamento ou um E-book grátis. Tão logo que o seu público tem acesso a esse conteúdo isso representa engajamento com o seu material, logo, você já pode iniciar a sequência de vendas.

Imagine que o seu público faz o download do seu material na segunda-feira. Um dia depois você já pode iniciar uma sessão de vendas.

“Olá, tudo bom? você está recebendo este email porque ontem você fez o download do [inserir o ima digital que você entregou]…

“Esse conteúdo vai te ajuda a [inserir benefícios] se você está sério na sua decisão de [inserir desejo/sonho do seu público] o nosso [Produto R$7 a R$19] é o próximo passo ideal.”

A série de vendas faz uma relação direta com o que foi entregue anteriormente para a sua audiência. Isso significa que se o seu público teve interesse no seu ímã digital sobre um determinado tema, é provável que ele tenha interesse no seu produto.

Logo, existiu uma fase de segmentação, engajamento (entrega do conteúdo) e venda.

Com produtos de valores médios, R$97 a R$497, esse período de segmentação, engajamento e venda deve ser um pouco maior.

Tão logo que o seu público adquirir gratuitamente o seu ímã digital, é importante que você já insira esse novo lead em uma sequência de engajamento.

Essa sequência pode acontecer através de um mini-treinamento, o convite para uma aula gratuita, ou até mesmo o preenchimento de uma pesquisa. Essa é uma campanha que pode durar entre 5 a 12 dias, levando em consideração, engajamento + série de vendas.

Já produtos de alto valor, R$997 a R$3.997 precisam de um tempo ainda maior para criar o momento perfeito para venda. Esse período pode ser entre 7 a 21 dias.

A série de engajamento representa uma série de conteúdos que respeitam um lógica de conteúdo dividido em sua grande maioria em três pilares fundamentais.

Conteúdo de estudo de caso: Esse é o tipo de conteúdo que mostra que algo é possível de ser alcançado.

Ex: Como nós conseguimos crescer em 300% o ROI com campanhas de Facebook Ads

Como eu consegui ganhar R$10.000 por mês como Consultor em Marketing Digital, como dobrar sua lista de emails em 30 dias usando o Google…

O conteúdo de estudo de caso é geralmente o primeiro a ser entregue, pois ele mostra para o público que existe uma oportunidade, ou seja, que é possível alcançar aquele mesmo resultado.

O segundo tipo de conteúdo pode ser chamado de: Apresentação do método.

Esse conteúdo consiste em apresentar as etapas detalhadas de como o resultado do primeiro vídeo pode ser alcançado.

Quais os erros devem ser evitados? Quais os mitos existem? Como você deve agir para alcançar os mesmos resultados.

Esse é um conteúdo que mostra que existe um método que pode ser replicado, isto é, isso prova para o seu público que é possível ter o mesmo resultado. Basta seguir as suas informações.

Esse é o conteúdo que cria sua imagem de autoridade, especialista no assunto.

O terceiro conteúdo pode ser chamado de: Acabando com todos os medos.

Esse conteúdo tem como objetivo criar um culpado, isto é, no primeiro conteúdo você mostrou que é possível alcançar um resultado X, e no segundo conteúdo você apresentou que existe um método passo a passo par alcançar esse resultado.

No terceiro vídeo a mensagem é: Se você ainda não alcançou esse resultado, é provável que você esteja sendo vítima do que eu chamo de [crie um vilão]

O vilão é algo que esteja impedindo o seu público de alcançar os mesmos ótimos resultados que você conseguiu alcançar com o seu método, produto ou serviço.

Além do vilão é possível adicionar a chamada “Controvérsia” que consiste em afirmações acerca de outros métodos apresentados no mercado como as verdadeiras soluções para aquele problema específico.

Ex: Você vai continuar tentando ganhar dinheiro na internet somente fazendo anúncios no Facebook? Boa sorte. Sua operadora de cartão de crédito vai ficar muito feliz com você.

Esse exemplo cria uma controvérsia, uma crítica acerca do Facebook como uma única fonte de tráfego para um negócio.

Muito cuidado com o uso dessa estratégia. rs

Ao final de uma série de engajamento e apresentação de informações relevantes acerca do seu tópico, o seu público atinge um estágio bom para compra. Ele sabe que é possível alcançar novos resultados, que existe um método e que existem erros que não podem ser cometidos.

Agora ele só precisa tomar uma atitude, uma ação. Isso me leva a falar novamente dos estágios de um processo de comunicação completo.

01 – Atenção

Momento que o seu público para e presta atenção na sua mensagem

02 – Interesse

Momento que o seu público se demonstra interessado pela sua mensagem/produto/serviço e resolve saber mais

03 – Desejo

Momento que o seu público se demonstra claramente interessado no seu produto/serviço, mesmo com dúvidas ele já deseja dar o próximo passo.

04 – Ação

Momento em que você afasta as objeções e incentiva o seu público a tomar a decisão de compra.

Sistema Completo

sistema vendas online marketing com digital

A fase da atenção é o momento onde o seu público ter acesso ao seu ima digital, para e presta atenção.

O interesse acontece quando ele faz o download ou se cadastra para ter mais informações sobre o seu conteúdo.

O desejo é criado a medida que o seu conteúdo de engajamento está sendo entregue gratuitamente para o seu público

E a ação acontece no final da série de engajamento onde você faz a sua oferta para o seu público.

Não cometa essas 4 erros

01 – Não ter um bom blog
02 – Não ter uma lista de emails
03 – Não segmentar a sua lista por interesse e conteúdo
04 – Não criar o momento perfeito para a compra

Quando você aprende a dominar essas 4 etapas, você está apto a criar o seu Sistema de Vendas Online.

Natanael Oliveira
Natanael Oliveira é publicitário, Criador do Programa de Formação Expert em Vendas Online, Co – fundador do portal Marketing Com Digital Cursos e autor do livro Seja o Empresário da Sua Ideia.

Comentários

  1. Natanael mais uma vez vc ARRASOU com sua maestria em resumir com simplicidade, objetividade e muito pragmatismo o âmago desta questão que paralisa todo empreendedor iniciante… Grande sabedoria repleta de dicas preciosas… Com certeza serão todas muito úteis a todos nós "empreendedores digitais iniciantes"… Nossa "classe" agradece muitíssimo….!!!! Aguardamos ansiosos pelas próximas que virão por aí….

    Responder

  2. Parabéns, Natanael ! Conteúdo prático, direto e objetivo e, o principal, de grande relevância ao público de interesse. Aplicando na prática as técnicas que ensina… Você é o cara ! Abraços !

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *