Facebook Vs Youtube: Invista Na Produção De Vídeos Para Não Ficar Para...

Facebook Vs Youtube: Invista Na Produção De Vídeos Para Não Ficar Para Trás

Compartilhar
Facebook Video Youtube Marketing Digital

O crescimento do Youtube e o investimento do Facebook em vídeos dentro da plataforma deixa tudo muito claro: quem não investir na produção de conteúdo audiovisual vai ficar para trás. Se você não quer ficar em último lugar, veja por que isso está acontecendo e saiba o que você precisa fazer.

Preste Atenção Ao Facebook

O Facebook não é a maior rede social do mundo à toa. Isso aconteceu porque a gigante rede social soube – e ainda sabe, vide a aquisição do Instagram e do Whatsapp – aproveitar oportunidades.

Talvez você não tenha reparado, mas o Facebook está passando por mudanças constantes há algum tempo, e isso acontece porque ele está constantemente procurando por novas oportunidades para aproveitar.

O Facebook percebeu, por exemplo, que muitas páginas tinham um trabalho enorme para responder as dúvidas de usuários que entravam em contato com elas. Sabe o que foi feito? Ele lançou um recurso para essas páginas, que será muito utilizado por empresas.

Ao melhorar a comunicação entre fanpage e usuário o Facebook deu mais motivos para que os dois continuem usando a rede social com frequência.

E o que isso tem a ver com vídeos?

Vídeos no Facebook Atingem Marca Gigantesca de Visualização Diária

Acredito que você já notou que há algum tempo o seu feed de notícias está cheio de vídeos, cada vez mais compartilhados por fanpages e pelo público em geral. Em setembro de 2014 o Facebook atingiu a marca de 1 bilhão de visualizações de vídeo por dia.

A novidade é que no primeiro semestre de 2015 esse número quadruplicou, ou seja, a nova marca é de 4 bilhões de visualizações de vídeo por dia.

Só para você ter ideia, o Youtube tinha o mesmo número de visualizações diárias em 2012. No entanto, o crescimento acelerado de visualizações no Facebook só tende a aumentar…

O Facebook está investindo em vídeos, e MUITO!

Facebook videos marketing digital

Segundo o TechCrunch, há algumas semanas o Facebook fez uma atualização em seu algoritmo, garanto que você vai ficar espantado com o que ele é capaz de fazer agora…

O Facebook é capaz de medir quanto tempo você passa olhando para um post, seja ele uma imagem, um texto ou um vídeo.

Além disso, ele vai utilizar diversas informações para classificar o nível de relevância que você dá a um vídeo.
Os vídeos que você assistir em tela cheia, por exemplo, serão mais relevantes que os assistidos em miniatura.

O algoritmo também levará em consideração a sua vontade de assistir ao vídeo em HD e se você clica no botão play para ativar o som, já que os vídeos publicados diretamente na plataforma começam automaticamente, mas sem som.

Todos esses elementos serão levados em consideração para que o algoritmo selecione para o seu feed vídeos que atendam às suas preferências.

Nos últimos meses, empresas no mundo todo notaram um grande crescimento em seus vídeos publicados na rede social, como foi o caso da Startup TYT, segundo o seu CEO, Uygur.

Em entrevista para o site Fortune, Uygur disse que um vídeo comum postado por sua empresa no dia 6 de abril conseguiu mais de 7 milhões de impressões (número de vezes que ele aparece no feed de notícias) até a hora do almoço, e mais de 15 milhões ao final do dia.

E é claro que com essa grande turbinada nos vídeos o Facebook também teria que fazer mudanças na análise de métricas das fanpages…

Novo Analytics de Facebook Vídeo

Os administradores de uma página poderão saber quantas visualizações sem som e com som um vídeo teve, se a visualização é repetida ou se veio de um novo usuário, diferenciar visualizações orgânicas de pagas, entre outros recursos que poderão ser utilizados pelas páginas para produzir vídeos capazes de gerar resultados ainda melhores.

E o que tudo isso quer dizer para quem investe ou quer investir na produção de vídeos para a internet?

A Hora de Investir em Vídeos Já Chegou

Hoje, o Facebook tem 4 bilhões de visualizações diárias, enquanto o Youtube ainda segue na liderança com 7 bilhões.

A rede de Mark Zuckerberg já anunciou que irá adotar um formato de pagamento por anúncios para produtores de conteúdo, mas isso funcionará de uma maneira bem diferente da monetização aplicada pelo Google no Youtube.

Os gigantes estão prontos para a guerra pelo posto de plataforma Nº1 de vídeos da internet, e você pode ganhar muito com isso. Basta iniciar a produção de conteúdos em vídeo AGORA!

Se você não faz ideia de como começar, não se preocupe. Comece lendo o nosso artigo: Como Gravar Vídeos? Câmera, Celular ou Webcam?

Se além disso você quer dicas de como aplicar estratégias de marketing para o seu negócio, inclusive na produção de conteúdos, confira nossos minicursos exclusivos da área de membros do Portal Marketing com Digital.

E aí, vai começar a produção de vídeos para o seu negócio?