Quer transformar os seus visitantes em leitores interessados? Então, use essa estratégia

Você consegue adivinhar o que pode haver em comum entre uma criança com um rostinho meigo e angelical e as pessoas que consomem muita informação online?

Os dois parecem bem inofensivos, mas quando são superestimulados, dão aquele grito estridente, fazendo um dos barulhos mais irritantes que existem (as crianças, claro, literalmente) e, a não ser que você tenha muita calma e tato, é quase impossível descobrir o que eles querem, afinal, é preciso dar um tempo para que eles pensem e usem a razão no lugar da emoção.

Como produtores de conteúdo online, temos que agir um pouco como as pessoas que cuidam de crianças: é preciso tentar entender do que as pessoas precisam, afinal, se você quer transformar seus visitantes em leitores interessados, a última coisa que você deve fazer é jogar ainda mais texto nesses leitores. Na verdade, o que você tem que fazer aqui é oferecer algo diferente

E o que seria esse algo diferente? O que eu poderia fazer para ter mais leitores interessados? Eu sugiro que você use mais imagens, e vou explicar abaixo o porquê dessa afirmação.

Nós damos muito valor ao visual

lente-câmera

Uma parte muito grande do nosso cérebro é usada para o processamento de informações visuais, logo, com toda essa capacidade que temos de interpretar imagens, faz muito sentido aproveitar o poder que as imagens exercem sobre as pessoas para comunicar nossas mensagens.

Além disso, alguém aí discorda que já estamos afogados o suficiente de palavras? É muito conteúdo para absorver e pouco tempo para executar a tarefa.

Felizmente, as imagens e as palavras são processadas em uma parte diferentes do cérebro e, usando esse lado que processa as imagens, damos um tempo para aquele outro lado que já foi superestimulado com palavras e está começando a agir como aquela criança chorona.

Além disso, as imagens irão ajudar suas palavras cuidadosamente escolhidas e elaboradas a atraírem mais atenção e terem mais impacto.

Numa época em que estamos cada vez mais dispostos a aprender novas habilidades pela internet e existem inúmeras ferramentas gratuitas, temos muitas opções quando se fala de criação e edição de imagens, o que pode fazer com que nosso trabalho seja ainda mais impactante.

Faça suas próprias imagens

dispositivos

O que, você acha que não tem como produzir suas próprias imagens? É claro que tem: aposto que você tem uma câmera poderosa no seu celular ou algum outro dispositivo por perto que faça a função. A maioria de nós tem um e não se dá conta de que pode usufruir um pouco mais das vantagens de ter um smartphone ou algo do tipo por perto.

Mesmo tendo um poderoso aparato em mãos, talvez você não se sinta um fotógrafo competente, mas nem precisa ser. Claro, não custa pegar umas dicas técnicas, mas existem alguns aplicativos que transformam fotos comuns e algo um pouco mais interessante, como o Instagram, por exemplo, que permite que você adicione efeitos em sua foto facilmente.

Além disso, você ainda pode configurar sua conta e postar em várias redes sociais ao mesmo tempo.

Use os bancos de imagem

efeitos

Existem bancos de imagem aos montes na internet, com fotos excelentes e de encher os olhos a preços bem acessíveis. Se você quer mesmo investir no seu site/blog e conquistar a atenção do seu leitor, então vale a pena investir nessas imagens.

Porém, se você não está afim de pagar por umas boas imagens, não tem problema: existe também uma infinidade de bancos de imagem gratuitos, além do que, os bancos pagos liberam um bocado de imagens grátis.

Vale lembrar que, a não ser que você tenha comprado uma imagem exclusiva, você não é o único dono da imagem que você baixou. Mas, claro, esse é um pequeno problema que pode ser resolvido de forma bem simples: editando a imagem.

E, obviamente, você não precisa de um potente editor de imagens para isso: adicionar um filtro, cortar de maneira criativa, colocar um texto já resolve o problema. Existem alguns editores de imagens online que podem ajudar você nesse trabalhinho e o resultado é bem satisfatório.

Pense fora da caixa

casa-voadora-up

Nosso cérebro processa imagens mais rápido que as palavras, muito mais rápido. Para você ter uma ideia, a informação visual é processada 60.000 vezes mais rápido do que o texto.

É por isso que imagens no topo de posts funcionam tão bem, pois elas causam um impacto imediato e abrem as portas para o restante das informações que você apresenta.

E, se você andar a segunda milha e escolher as imagens com muito critério, cuidado e criatividade, elas podem adicionar matizes de significado para o seu conteúdo, deixando-o mais rico e inteligente.

E aqui vai uma dica extra para prender a atenção do seu leitor ainda mais: procure por imagens que fujam do tradicional, evite aquelas polidas demais, cheias de modelos profissionais e toda aquela parafernália artificial. Procure por fotos que caracterizem pessoas comuns, como os seu leitores. Evite o óbvio, seja mais sutil, mais subjetivo, mais criativo, as pessoas adoramboas sacadas.

Algumas vezes, a imagem sozinha já pode ser suficiente. Você acha que não? Então, o que me diz de um infográfico bem completo e bem desenvolvido? Claro, ele leva algumas palavras bem escolhidas, mas ainda é uma imagem.

Então, da próxima vez que você quiser leitores mais interessados, pense que talvez um texto mais interessante pode não ser a solução e que uma imagem criativa pode ter o poder de impactar sua audiência e fazer com que ela se interesse mais pelo seu texto. Já dizia o ditado: uma imagem vale mais que mil palavras.

 

Claro que esta é apenas mais uma maneira de atrair mais visitas para o seu site, mas você pode continuar sua leitura aqui: Como atrair visitantes com conteúdo simples (e gerar mais vendas)

Forte abraço e até breve!

[sc:NativeAdsSVOTR ]

 

Natanael Oliveira
Natanael Oliveira é publicitário, Criador do Programa de Formação Expert em Vendas Online, Co – fundador do portal Marketing Com Digital Cursos e autor do livro Seja o Empresário da Sua Ideia.

Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *