busca online pesquisa conteúdo informação

Pesquisas para produzir conteúdo relevante (Você sabe fazer?)

Todos os dias nós fazemos pesquisas, e boa parte delas começa pelo Google. Não importa se estamos apenas matando a curiosidade ou coletando uma informação importante, o fato é que estamos acostumados a pesquisar.

É usando justamente o conhecimento dessas pesquisas rotineiras que recorremos ao Google quando precisamos produzir algum conteúdo profissional, como um texto ou vídeo.

Mas será que isso é o suficiente? Será que você não está deixando passar nenhum detalhe importante em suas pesquisas?

Se você quer aprender a pesquisar informações relevantes para produzir conteúdos com mais facilidade, é preciso entender alguns conceitos, e eles estão aqui.

O Jeito Que Você Pesquisa Influi Bastante

Além dos buscadores, como o Google e o Yahoo!, existem diversas ferramentas especializadas em pesquisas pela internet.

Algumas delas são gratuitas, outras são pagas, e cada uma tem um foco diferente, mas não é com isso que você deve se preocupar no momento.

A primeira coisa que você deve entender é que existem dois “tipos de pesquisa”, as diretas e as indiretas.

Pesquisas Diretas e Pesquisas Indiretas

Quanto mais específica for a pesquisa, mais direta ela é. Logo, quanto mais generalizada for a pesquisa, mais indireta ela é.

Vou te mostrar um exemplo…

Abaixo, estão dois termos que alguém interessado em adestramento de cachorros poderia pesquisar:

1- Como adestrar um cachorro
2- Como ensinar o cachorro a dar a pata

Nos dois casos a pessoa quer treinar o seu cachorro, contudo, no item Nº 2 vemos claramente um objetivo específico.

Ou seja…

Do adestramento em geral, que engloba várias coisas, como ensinar a rolar, fazer xixi, latir, entre outros, a pessoa que pesquisou está muito interessada em fazer o cachorro dar a pata.

E é exatamente isso que o produtor de conteúdo deve aproveitar, a especificidade!

O motivo é simples: pessoas que possuem uma dúvida muito específica tendem a fazer negócio com quem melhor sanar essa dúvida.

Se você produzir um conteúdo bom e que sane essa dúvida, a pessoa, muito provavelmente, fará negócio com você (é claro que há bem mais detalhes que isso).

Investir em conteúdos que rendem pesquisas diretas pode até ajudar o seu negócio a aparecer na primeira página do Google.

Mateus, quer dizer que as pesquisas indiretas, pouco específicas, não servem para nada?

Pelo contrário, elas servem, e muito, para você e para o seu público.

A Utilidade Nº 1 de Uma Pesquisa Indireta

Antes de qualquer coisa, pare para pensar um pouquinho…

Da mesma forma que pode ter alguém muito interessado em fazer o cachorro dar a patinha, pode haver várias pessoas muito interessadas no pacote completo, que inclui fazer o cachorro dar a pata, rolar, latir, entre outras coisas.

E é claro que essas pessoas não irão pesquisar cada uma das habilidades separadamente. Elas irão pesquisar por adestramento de cachorro.

Essa é a primeira utilidade das pesquisas indiretas: elas, por si só, podem ser a grande dúvida da pessoa que está fazendo a pesquisa.

A segunda utilidade é para você, produtor de conteúdo, e vai te ajudar a entender por que eu chamo essas pesquisas de “indiretas”.

Pesquisas indiretas te dão o caminho

Ninguém sabe de tudo, mas como eu falei em outro texto, através de pesquisas você é capaz de falar sobre algo que não conhecia, e que agora conhece graças à internet.

Uma das melhores formas de fazer isso é através de pesquisas indiretas.

No texto mencionado eu falei que já escrevi vários tipos de conteúdos para blogs de diversas áreas. Um desses blogs era de um corretor de imóveis, e por isso você pode deduzir que eu tive que falar de imóveis e suas respectivas vantagens.

O ponto mais importante disso é que eu não fiz 1 só conteúdo falando sobre imóveis…

Eu não era expert em imóveis, e ainda hoje não sou, mas assim que assumi a redação do blog precisei pesquisar informações gerais, e escolhi fazer isso através do termo “tipos de imóvel”.

Como resultado, achei listas que apresentavam, em tópicos, cada tipo de imóvel: apartamento, casa, condomínio de casas…

Foi só depois disso que pude pesquisar, individualmente, cada item da lista, elaborando conteúdos específicos sobre todos eles.

É exatamente isso que vai acontecer com você quando for preciso pesquisar por algo que você não conhece.

Ao usar um termo geral você encontrará muitos resultados dos quais você nunca iria procurar antes, algumas vezes por não saber que existiam, outras vezes por simplesmente não se lembrar, já que eles não estão dentro da sua área de conhecimento.

Você acha informações das quais precisa, sem procurar exatamente por elas, e sim por um termo mais geral. É por isso que chamo essas pesquisas de indiretas.

Recapitulando

– Existem dois tipos de pesquisa: diretas, mais específicas, e indiretas, mais generalizadas.

– Os dois tipos de pesquisas são utilizados por quem possui uma dúvida e por produtores de conteúdo, mas em situações diferentes.

– Entender como funciona cada um desses tipos de pesquisa faz com que você otimize o seu tempo durante a busca por informações, produzindo conteúdo em menos tempo e com dicas mais ricas.

Agora que você já viu a parte teórica das pesquisas diretas e indiretas, é hora de conhecer a parte prática, que mostra como trabalhar com as duas para encontrar informações para seus conteúdos.

Fique de olho no nosso próximo texto!

OBS: Se você quer dicas exclusivas sobre produção de conteúdo, confira a Área de Membros do Marketing com Digital.

Webwriter do portal Marketing com Digital e colunista na revista oficial da Nintendo no Brasil. Também trabalha, desde 2006, com a produção de eventos de cultura pop voltados para jovens.

Comentário

  1. Ótimo artigo Mateus. Realmente esclarecedor e engrandecedor, principalmente, para quem tem o objetivo de escrever para web também. Grande abraço!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *