Como Escolher o Assunto de um Conteúdo e Criar Uma Linha Editorial...

Como Escolher o Assunto de um Conteúdo e Criar Uma Linha Editorial Sem Quebrar a Cabeça

Compartilhar
linha editorial conteudo marketing digital

Escolher o assunto do seu conteúdo é uma dor de cabeça? Não mais… Confira algumas dicas que aprendi com mais de 6 anos trabalhando com produção de conteúdo.

Em 2009 comecei a escrever textos profissionalmente. Em 2014 foi a vez de dar início à produção de vídeos e, em 2015, comecei a me aventurar pelo mundo dos podcasts (já havia feito isso antes, mas não de maneira consistente).

Por que estou contando tudo isso? Simples, o que eu quero dizer é que eu te entendo.

Eu produzo conteúdos o tempo inteiro, até quando estou de férias. Nos dias em que eu não produzo conteúdo pode ter certeza que eu estou planejando a produção do(s) próximo(s) conteúdo(s).

Eu sei o que é se sentir frustrado por não ter nenhuma ideal que parece “ser genial”

Eu sei o que é ter vontade de bater a cabeça na parede pra ver se sai alguma ideia

Eu sei o que é produzir um conteúdo e se sentir desmotivado porque aparentemente ele não rendeu o que eu esperava…

Enfim, eu realmente te entendo e já passei por muitos altos e baixos que envolvem a produção de conteúdo em diferentes plataformas, como sites e blogs, revistas, Youtube…

Mas chega de enrolação, vamos direto ao ponto. A seguir, vou te dar algumas dicas de como dar uma surra na falta de criatividade e em qualquer outro problema que esteja te impedindo de encontrar bons assuntos para os seus conteúdos, ok?

1- Para Quem Você Produz Conteúdo?

Calma, não vou começar aqui com aquele blablabla muito conhecido – e apesar de tudo bastante útil – sobre persona, avatar, público-alvo…

Tentar agradar a todos NÃO é a melhor opção.

Este texto que você está lendo será útil para diferentes grupos de pessoas? Com toda certeza.

Youtubers, redatores e consultores de marketing digital são só alguns exemplos de grupos que podem tirar proveito das dicas aqui presentes, mas o ponto principal é que eu não comecei a escrever este texto para agradar a todos.

Comecei a escrever este texto para ajudar alguns alunos do treinamento Expert Em Vendas Online, do Natanael Oliveira, que forma consultores de Marketing Digital.

Alguns deles já me chamaram para conversar no Facebook ou até mesmo no Skype para tirar dúvidas sobre “como definir as pautas do meu blog”, ou seja, como escolher os conteúdos que serão produzidos.

Olha só estes trechos de uma das conversas:

produzir conteudo inbound marketing

Então, amigos consultores – e demais profissionais que possam tirar proveito deste texto – as dicas que eu deixo neste item são:

– Produza conteúdos sobre aquilo que o seu público quer consumir
– Produza conteúdos que tratem sobre problemas e/ou necessidades das pessoas

Como você viu na imagem, o consultor precisa se colocar no lugar do empresário, e é isso que você precisa fazer também: se colocar no lugar da sua audiência.

Esse é o primeiro passo para que você produza conteúdos que não vão ficar mofando no seu blog.

Eu sei que alguns de vocês vão me perguntar:

“Mateus, e como eu vou saber – e até mesmo confirmar – o que o meu público quer/precisa? Eu não sei mesmo se consigo me colocar no lugar da audiência…”

Ok, vamos para o próximo tópico.

2- Faça Os Mais Diferentes Tipos de Pesquisa

Não importa se você é um extremo conhecedor do assunto ou se é uma pessoa que precisa produzir um conteúdo sobre algo que nem entende direito (ainda).

Confirmar o interesse do público sobre um assunto é um procedimento padrão de segurança para que você não perca tempo fazendo algo que, provavelmente, não irá gerar resultados significantes, ou até mesmo resultado algum.

E então, como obter essa validação?

Há algumas formas…

Fazer uma pesquisa com o público (votação ou questionário)
Perguntar diretamente pelas redes sociais
Inserir uma chamada para a ação ao final dos seus conteúdos (não precisa ser de todos) para que as pessoas comentem suas opiniões
Analisar métricas: Palavras-chave mais buscadas, assuntos do momento… (tudo isso pode ser feito com ferramentas de marketing digital, algumas delas até mesmo gratuitas, como o Google Trends e o Planejador de palavras-chave do Google).

Você pode escolher uma ou mais dessas formas para descobrir o assunto de interesse do seu público e confirmar as suas suposições.

Se você vai fazer uma pesquisa com o público, que tal o Google Forms ou o Survey Monkey? São boas opções gratuitas. Você pode enviar o link para a sua audiência por meio de qualquer plataforma. Redes sociais, email, posts no blog…

Eu tenho um canal no Youtube que é feito em parceria com um amigo. Criei uma enquete no Google Forms e pedi para que ele fizesse um vídeo anunciando uma votação para o nosso público, que escolheria os temas de 3 dos nossos vídeos para o mês de outubro dentro de uma lista de opções.

Apesar de ter sido enviado para o Youtube no dia 9 de setembro, o vídeo só foi lançado para o público no dia 11, ou seja, tivemos 7 dias de votação.

marketing conteudo dicas

Aqui estão os dados:

produzir conteudo inbound marketing

– 1402 Visualizações no Vídeo
– 479 Cliques no link que leva à enquete (apenas 32 cliques vieram de fora do Youtube)
– 325 Votos computados

Agora, tente imaginar isso aos olhares do email marketing…

Como o nosso objetivo era obter votos, posso dizer que a nossa “taxa de conversão” aqui foi de quase 25%.

As dicas que eu quis dar neste item foram:

– Você não precisa de uma lista de email para se comunicar com o público e fazer enquetes
– Se você tem um público já consolidado, basta fazer uma pergunta para que parte dessas pessoas responda. No meu caso, tenho um público de mais de 14 mil inscritos no Youtube e parte dessas pessoas acabaram de me dizer o que eles querem assistir.

“Mas Mateus, eu não tenho um público consolidado, estou começando do zero / tenho uma pequena audiência. E aí, o que eu faço?”

Ok, neste caso você deve usar outra tática para descobrir sobre qual assunto falar em seu conteúdo.

3- Análise de Métricas

Existem várias ferramentas na internet que analisam métricas diversas que podem ser utilizadas para que você entenda melhor sobre o que as pessoas estão procurando.

Alguns exemplos de ferramentas gratuitas são as disponibilizadas pelo próprio Google, como o Google Trends, Planejador de Palavras-Chave do Adwords, Google Suggest, Google Analytics e Youtube Analytics.

Cada uma delas tem abordagens diferentes e eu aconselho que você as utilize sempre que necessário, pois elas irão lhe mostrar quais são os interesses que as pessoas expressam na internet.

Saber os interesses vão te deixar na metade do caminho para produzir um conteúdo que seja procurado pelo público.

Neste texto eu não vou abordar a utilização de cada uma dessas ferramentas, mas no texto Como Usar e Descobrir Palavras-Chave Para Ficar Na Primeira Página do Google você verá um pouco disso. Sugiro fortemente a leitura.

Aí você pode me dizer:

“Mateus, mesmo com as pesquisas eu não encontro nada novo para mostrar pro meu público. Tudo que aparece nas pesquisas são assuntos que eu já falei.”

Então, temos uma forma de contornar isso.

4- Buscando Criatividade

Eu vou indicar agora um texto que escrevi em 2014 e que sempre será útil para pessoas que estão lidando com produção de conteúdo: 3 Maneiras de Criar Conteúdo Mesmo Sem Criatividade

Nele, falo como você pode usar recursos ao seu redor para “obter criatividade” e produzir novos conteúdos.

“Mateus, já fiz tudo isso e já falei sobre “tudo” que poderia ser falado. E agora, o que eu faço?”

Também tenho uma dica para isso, e ela é uma das minhas favoritas.

5- Reciclagem de Conteúdo

marketing conteudo producao dicas

No texto Conteúdo Reciclável, falo sobre como você pode reaproveitar os seus conteúdos fazendo uma conversão de uma mídia para outra.

Um texto, por exemplo, pode ser usado como base para um roteiro de um vídeo, entre várias outras opções.

E não se engane. Com a reciclagem de conteúdo você será capaz de alcançar novas pessoas que preferem um determinado formato, além de conseguir debater novamente sobre um assunto que já foi falado antes e pode ser importante para a sua audiência.

Grandes produtores de conteúdo no mundo inteiro fazem isso e podem atestar o sucesso dessa estratégia.

Leia o conteúdo indicado e veja quais são as suas opções para reciclar conteúdos e como você deve fazer isso.

Recapitulando

1- Para quem é o seu conteúdo? Ele está sendo focado em um nicho?
2- Você faz os mais diferentes tipos de pesquisa? Formulários, Palavras-Chave…
3- Você analisa as métricas online? Há informações que as pessoas deixam por aí, seja no seu site ou pela internet, e que podem lhe ajudar a traçar um perfil e definir os assuntos de seus conteúdos.
4- Bloqueio criativo não existe mais. Há maneiras de evitá-lo (e com sucesso), como você pode ver no link que indiquei dentro deste item
5- Sim, você pode dar vida nova a conteúdos já existentes. Basta utilizá-los como base para conteúdos em outras mídias. Um texto pode, por exemplo, virar um vídeo.

Se você tiver gostado das dicas ou tiver alguma sugestão, não esqueça de deixar um comentário aqui no blog.

E, se você tem interesse em aprender ainda mais sobre produção de conteúdo, tenho certeza de que irá aproveitar bastante os nossos minicursos exclusivos da área de membros do portal marketing com digital.

Fiz dois deles voltados para a produção de conteúdos para blogs e acredito que você irá gostar ;D

Um abraço e até a próxima!