Produção Conteúdo Relevante Marketing Digital

Produção de Conteúdo: Você Sabe Mesmo Gerar Algum Resultado Com Isso?

Sabia que você tem as respostas e soluções para as dúvidas e problemas de muitas pessoas? Sabia que é possível transformar essas pessoas em clientes a partir disso? Sabia, também, que da mesma forma você pode melhorar o relacionamento que tem com seus atuais clientes?

Tudo isso pode ser feito através de conteúdos. Texto, vídeo, áudio… Não importa. Você pode ter a faca e o queijo na mão para turbinar os seus negócios com isso, e agora eu vou te mostrar como.

Todo mundo precisa de informação

Não há pra onde correr, a necessidade de informação faz parte da natureza humana. Qualquer pessoa sempre vai querer saber “Como”, “Por que” e “O quê”.

Vou te dar uma prova… Por que você está lendo este texto? Porque quer saber COMO fazer uma das 3 coisas que eu mencionei lá no primeiro parágrafo. É por isso que um site como o Google se transformou em uma empresa do porte que conhecemos. Ele lida diretamente com o fluxo das informações na internet.

Se você não tem informação de valor para fornecer para o seu público, é bem provável que ele dê meia volta e procure outra fonte. Vou te dar um exemplo…

O que é que você faz quando pede por direções para alguém na rua e essa pessoa não sabe lhe guiar de maneira clara? Normalmente você procura outra pessoa que saiba explicar melhor o caminho…

É exatamente isso que acontece na internet. Se você não der a informação que a pessoa procura de forma clara, ela dá as costas sem nem mesmo dizer tchau. Semana passada eu fiz isso mais de uma vez. Uma delas foi em um site que não informava o horário de funcionamento de uma padaria, que era de grande porte, só para constar.

Agora, imagine assistir a um vídeo de 5 ou 10 minutos e ao final dele não receber uma informação satisfatória…. O desapontamento vai ser grande.

É aí que aprendemos algo muito importante sobre criação de conteúdo:

– Seu conteúdo precisa conter pelo menos uma resposta, dica ou solução que sirva para o público-alvo

No entanto, há duas coisas tão importantes quanto a própria informação:

1- A didática utilizada para explicá-la
2- O tempo que a informação leva para ser entregue

Se você não explica de forma clara, a pessoa não tem como sentir que você a ajudou e acabará partindo para outra fonte.

Se você demorar muito para dar a informação, o pensamento mais comum do seu público será “estou perdendo tempo, vou procurar em outro canto”.

A dica que eu vou te dar a seguir serve justamente para evitar o problema Nº2 (tempo)

A Importância dos Títulos e Introduções

Título Texto Produção Conteúdo Relevante

Os títulos e introduções são muito importantes, e não estou falando sobre a utilização de palavras-chave para ficar na primeira página do Google

O título e a introdução servem para definir o assunto que será abordado e dar um pequeno resumo dos benefícios que o público pode ter se consumir um determinado conteúdo.

Título

O título do texto “3 Razões Pelas Quais Conteúdos Podem Aumentar As Vendas de Uma Empresa”, deixa bem claro qual assunto será abordado.

Ele diz que eu vou provar, com 3 motivos, por que você deve fazer algo “X” para ter o resultado “Y”. Isso é bem direto. Se meu interesse atual é como fazer artes para redes sociais é bem improvável que eu clique em um artigo que promete que vou vender mais utilizando conteúdos.

Por outro lado, se a pessoa está procurando exatamente por isso ou se isso faz parte dos interesses dela, é provável que ela pense “ok, vou dar uma olhada e ver se isso vai me ajudar”. Com apenas o título você pode ser capaz de conseguir um pequeno voto de confiança do público-alvo.

Introdução

Se você voltar ao início desse texto verá que o parágrafo inicial deixa bem claro quais são os benefícios que você poderá tirar deste texto.

A introdução é um ótimo momento para fazer promessas ao seu público ou reforçar as que foram feitas pelo próprio título do conteúdo.

Há várias formas de desenvolver uma introdução, mas vou mostrar 2 para você:

– Introdução com tópicos
– A técnica PAS

Não importa se é o Jornal Nacional, Globo Repórter ou Jornal da Band. Esse tipo de programa começa usando o padrão de listagem como introdução para os espectadores.

Se algum dos tópicos chama interesse de alguém essa pessoa fica atenta. Caso contrário ela nem dá muita atenção…

Para usar o mesmo formato basta introduzir o assunto com poucas palavras e, em seguida, listar os tópicos importantes que serão abordados no conteúdo, os benefícios que aquele conteúdo pode trazer, ou os problemas que ele pode resolver.

Um exemplo disso está no texto “Como Começar um Negócio do Zero”

A outra dica para fazer uma ótima introdução é utilizar a técnica PAS, que está detalhadamente explicada no artigo “Escrever o Primeiro Parágrafo Nunca Foi Tão Fácil”

Outra coisa bem legal é que um mesmo conteúdo pode ser útil de diferentes formas para grupos distintos de público-alvo, e isso também pode ser explicitado pelo título e introdução, e você pode usar isso para divulgar esse texto de diferentes formas.

O texto sobre 3 Razões Para Produzir Conteúdos pode ser útil para empresários e para consultores em vendas online, por exemplo.

Enquanto o primeiro grupo vai usar o artigo como guia para saber se deve ou não investir na produção de conteúdos, o segundo pode utilizá-lo como argumentação para que um cliente decida invistir nisso.

O título deixou bem claro o assunto que seria abordado, mas cada grupo viu uma forma diferente de fazer proveito da informação.

No entanto, isso só servirá se, de fato, o conteúdo em questão realmente tiver uma informação útil e compatível com o que foi prometido no título e na introdução.

Como entregar uma resposta, dica ou solução satisfatória

Você tem que entender qual é o tipo de busca que seu público faz. Há buscas bem específicas, e outras bem genéricas.

EX:

1- Como fazer efeitos de transição no Sony Vegas Pro 11
2- Como cuidar de cachorros

O item 1 mostra um exemplo de busca específica, enquanto o 2 apresenta uma busca genérica.

Quando trabalhamos com uma dúvida/problema específico, tudo é bem simples. Você só precisa ter cuidado para não fugir do tópico e escolher um modelo prático e agradável para que a informação seja transmitida.

O melhor modelo para o item 1, por exemplo, seria o tutorial, pois eu sei que tudo que a pessoa deseja é descobrir como usar uma opção específica do programa de edição de vídeo Sony Vegas Pro 11.

Se você quer saber como trabalhar com diferentes modelos de texto, confira um artigo especial sobre Produção de Conteúdo

O item 2, no entanto, deixa mais coisas em aberto. A pessoa está com um cachorro de um amigo e quer dicas de como proceder? Ela acabou de achar um cãozinho na rua? Será que você deve dar dicas de banho, alimentação e de como brincar com o cachorro?

É nesse momento que você precisa entender o que, de fato, o seu público deseja.

Descobrindo os desejos do seu público

público alvo marketing avatar

Quem faz a busca “como ganhar dinheiro na internet” é porque ainda não sabe fazer isso. Essa pessoa quer uma sugestão, uma ajuda. Provavelmente ela já consumiu vários conteúdos sobre o tema.

Talvez ela já tenha até tentado, sem sucesso, ganhar dinheiro na internet. Levando tudo isso em consideração o Natanael fez uma observação bem simples, mas muito eficaz, em um conteúdo sobre Como Ganhar Dinheiro na Internet.

Ele mostrou logo de cara qual era o diferencial do texto:

“Há várias formas honestas de ganhar dinheiro na internet, mas vou focar na que eu usei para criar a minha empresa, que já faturou mais de 1 milhão de reais. E sim, fiz tudo pela internet.”

Depois disso ele levou em consideração a descrença que as pessoas normalmente têm pelo tópico e foi quebrando as objeções e explicando o seu método de trabalho e os resultados obtidos.

O Natanael se colocou na pele do seu público-alvo, entendendo seus desejos e objeções, e por isso foi capaz de produzir um conteúdo atrativo e gerador de vendas.

A dúvida/problema do seu público-alvo precisa se encaixar da melhor forma possível com a resposta/solução que você está apresentando. Mas como fazer isso?

A resposta é uma só: entendendo os desejos, medos e objetivos reais do seu público-alvo.

Moldando o conteúdo de acordo com a dúvida/problema do público-alvo

marketing conteúdo relevante público alvo

Lembra o que foi que eu disse para você no início deste texto? Eu falei que ia te mostrar como você poderia fazer conteúdos que atraíssem mais clientes para o seu negócio e melhorassem o relacionamento com seus clientes atuais.

Tudo isso, claro, traria como resultado um aumento nas suas vendas.

E se eu disser para você que há outro texto, também escrito por mim, neste blog, falando sobre captação de novos clientes, relacionamento com clientes já existentes e aumento de vendas com a produção de conteúdos?

Sim, esse texto existe e se chama 3 Razões Pelas Quais Conteúdos Podem Aumentar as Vendas de uma Empresa

O que difere os dois textos é justamente o público-alvo de cada um deles. Neste texto que você lê agora o público-alvo são os consultores em vendas online e profissionais ou empreendedores que trabalham com marketing digital.

Não é estanho que essas pessoas se interessem em saber em detalhes como alcançar todos os benefícios mencionados no início deste texto.

Muitos empresários, por outro lado, só querem provas de que é possível alcançar o que foi prometido na introdução, e foi isso que eu fiz no texto com os 3 motivos.

A simples mudança de “Por que” (3 razões) para “Como” (este texto) é capaz de mudar completamente o público-alvo principal.

Isso é apenas um exemplo de como o mesmo tema, que neste caso foi “produzir conteúdos para alavancar resultados de negócios online”, pode ser de interesse de vários grupos se explorado por outras perspectivas.

Os benefícios apresentados são os mesmos, mas com outros argumentos e um outro modelo de roteiro.

Recapitulando

– Todo conteúdo precisa dar informações relevantes para o seu público (dicas, respostas ou soluções de problemas)

– A informação não pode demorar muito para ser entregue e precisa ser dada de forma clara (seguir um modelo, algum tipo de roteiro, é uma ótima opção)

– O título e a introdução servem para mostrar ao público se aquele conteúdo pode ser útil para ele ou não, e você sempre deve levar isso em consideração.

– Um mesmo conteúdo pode ser capaz de atrair públicos com objetivos diferentes. O título sozinho pode ser capaz disso, mas você deve se lembrar de fazer diferentes divulgações de conteúdos assim, cada uma voltada para um determinado público.

– Mudar o foco entre “Por que”, “Como” e “O que é isso” permite que você produza diferentes conteúdos sobre um mesmo tópico, atendendo então públicos variados.

E então, como é que você vai construir seus conteúdos a partir de hoje? Deixe seus comentários abaixo! Tem alguma dúvida? É só perguntar!

Se você quer dicas detalhadas sobre como produzir conteúdos, tenho uma dica para você. A nossa área de membros está cheia de minicursos, como dois de produção de textos e um de como criar um canal de negócios no Youtube. Dá uma olhadinha lá e seja um membro do portal Marketing com Digital.

Um grande abraço e até a próxima.

Webwriter do portal Marketing com Digital e colunista na revista oficial da Nintendo no Brasil. Também trabalha, desde 2006, com a produção de eventos de cultura pop voltados para jovens.

Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *