Mistério resolvido: Quantos artigos você deve publicar no seu blog e qual o tamanho ideal

Existe algo que eu, você e todo ser humano que acessa qualquer meio de comunicação faz todos os dias: seleciona informação.

Nunca se teve tanto acesso a informação como temos hoje, porque estamos tão conectados ao mundo que as vezes essa enxurrada de conteúdo dói, e nós não gostamos de sofrer.

Nesse exato momento  mesmo você pode estar lendo cada palavra que eu digitei ou simplesmente passando o olho e procurando a resposta para a pergunta que deixei no título.

De verdade, eu não te culpo, nem te julgo, você apenas está exercitando algo que foi obrigado a aprender para conseguir assimilar a quantidade de informação disponível.

Então vamos falar sobre freqüência de conteúdo.

Conhecimento de qualidade é sempre mais importante que quantidade, então a primeira coisa que você deve fazer é se concentrar em entregar o melhor, independente da quantidade e freqüência de artigos.

Quanto de conteúdo de qualidade você é capaz de entregar para o seu público?

Essa será a sua métrica.

Imagine um blog focado em saúde, esse blog facilmente poderia publicar conteúdo todos os dias, porque ele é focado em saúde, então eu posso seguir para me informar sobre cuidados com a pele e você sobre problemas na coluna.

Agora imagine um blog focado apenas em problemas na coluna. Se esse blog posta 1 artigo por semana com um conteúdo rico, isso será o suficiente para alimentar seus seguidores.

Então lembre-se: Quanto mais específico for o assunto, maior deve ser o cuidado com a quantidade.

O seu blog não é sobre você e sua empresa, ele é sobre o seu consumidor e a necessidade dele, use essa necessidade para definir quantos artigos você deve postar por mês.

Qual o tamanho ideal para um artigo?

Não faça artigos muito pequenos, com menos de 500 palavras, mas também não escreva livros achando que o seu leitor vai achar o máximo, a única coisa que vai acontecer é que ele vai dispersar, porque seu artigo é muito grande e ele vai precisar de tempo.

Uma única história pode ser contada de diversas formas, e a forma como você diz é mais importante do que o que você diz.

É essa experiência que você cria dentro do seu blog que vai conquistar o leitor, isso é mais importante que quantidade de caracteres.

Você já assistiu um Ted Talks?

As grandes apresentações no Ted não são sobre o que foi dito, mas como foi dito.

É essa forma encantadora de se comunicar que faz com que você entregue aqueles 8 minutos do seu dia para ouvir aquela apresentação.

Como você está entregando seu conteúdo?

No livro “Ted Talks – O guia oficial para falar em público” Chris Anderson, presidente do TED, fala com autoridade sobre entrega de conteúdo.

Na minha visão esse é o grande segredo do tremendo  sucesso do Ted Talks e é também o que torna um conteúdo escrito extraordinário.

Em um dos vários exemplos que Chris entrega de como construir uma palestra incrível ele cita um dos casos em que precisou quebrar a cabeça para fazer com que a introdução ficasse arrebatadora, ou seja, que a plateia ficasse vidrada.

Aqui um exemplo muito legal sobre como construir grandes conteúdos:

Primeiro leia o roteiro original criado pelo palestrante:

“Nasci em Pittsburgh, Pensilvânia, em 1983, de uma adorável mãe americana e um pai egípcio que fizeram de tudo para eu ter uma infância feliz. Mas quando eu fiz sete anos a dinâmica da nossa família começou a mudar. Meu pai me apresentou um lado do islã que poucas pessoas, considerando também a maior parte dos muçulmanos, chegam a conhecer.A verdade, porém, é que, quando dedicam tempo a interagir umas com as outras, as pessoas não demoram muito a entender que a maioria quer da vida as mesmas coisas”

Como ficou o roteiro depois que Zak (o palestrante) e Chris quebraram a cabeça para tornar aquela palestra inesquecível:

“Em 5 de novembro de 1990, um homem chamado El-Sayyid Nosair entrou num hotel de Manhattan e assassinou o rabino Meir Kahane, líder da Liga de Defesa Judaica. De início, Nosair não foi condenado pelo crime, mas, enquanto esteve preso por delitos menores, ele e outros homens começaram a planejar ataques a uma dúzia de pontos de referência de Nova York, entre eles túneis, sinagogas e a sede da ONU. Felizmente, esses planos foram frustrados por um informante do FBI. Infelizmente, o atentado contra o World Trade Center em 2001 não foi. Nosair acabou condenado por envolvimento nessa conspiração. El-Sayyid Nosair é meu pai.”

Um pouco diferente, não? =)

Apesar de uma palestra não ser exatamente um texto, ela é um conteúdo, e todo conteúdo deve seguir uma linha mestra.

A grande diferença é que as pessoas esquecem que conteúdo escrito deve ter uma capacidade de lógica e comunicação igual ao de uma conversa.

O conteúdo escrito, assim como uma palestra, tem uma grande vantagem: o de permitir que o leitor utilize sua imaginação para dar vida as suas palavras.

Vai dizer que você não imaginou El-Sayyid Nosair entrando em um hotel em Manhattan e assassinando o rabino Meir Kahane?

E depois não lembrou do 11 de setembro e inclusive o que você estava fazendo quando aconteceu?

As palavras tem um grande poder de comunicação, você só deve usar estrategicamente, e isso é mais importante que qualquer outro padrão, como por exemplo freqüência de postagem e o tamanho do texto.

A propósito, super indico o Livro do Ted para todo mundo que produz conteúdo, ele compartilha muitas dicas úteis que vão além de uma palestra, são dicas para quem precisa produzir conteúdo e não importa o formato.

O que você pode aprender com o Modelo Ted Talks?

Pare para pensar sobe isso.

Ted Talks se tornou uma das maiores referências de conteúdo de qualidade. Ser convidado para palestrar nesse evento é ao mesmo tempo uma grande honra e também uma grande responsabilidade.

Talvez você não saiba disso mas algumas pessoas são convidadas para palestrar e não são aprovadas para palestrar. Exato.

Algumas pessoas não conseguem encaixar o seu conteúdo no formato solicitado pelo Ted Talks.

Em alguns casos a mensagem não é aprovada ou em casos a publicação não é liberada online, ou seja, a gravação não fica disponível.

Eles entenderam que é preciso manter o nível da qualidade do conteúdo.

Outro ponto vital para o sucesso do modelo Ted está na definição de temas.

É comum você ter séries específicas de conteúdo que sempre tem como objetivo trazer algo novo, completamente diferente do que atualmente tem sido compartilhado.

Os palestrantes são desafiados a apresentar algo novo, curioso e que possa ser apresentado como uma informação que só será encontrada no Ted Talks, ou seja, exclusivo.

Se você levar esse modelo para o seu blog, cada artigo escrito no seu blog deverá ter o grande objetivo de criar algo único e exclusivo.

Seus leitores devem refletir após ler a última linha do seu conteúdo ou assistir o último segundo do seu vídeo.

Seu conteúdo deve desafiar seu público a pensar diferente sobre um tema existente.

Pronto para levar o seu conteúdo para o próximo nível?

Eu te convido a dar o próximo passo e conhecer nossa Certificação Especialista em Marketing de Conteúdo.

Forte abraço!

 

Iaponira Oliveira
Publicitária, Gestora de conteúdo e Co-fundadora do portal Marketing Com Digital. Realizou projetos de Marketing de Conteúdo em diversas empresas e é responsável por vários treinamentos sobre produção de conteúdo.

Comentários

  1. Eita, não sabia que você é mulher hehe… Lia Iaponira Oliveira pelo email e pensava que era homem. Ótimo post. Parabéns.

    Responder

    1. Iaponira Oliveira

      Obrigada e prazer, Sabrina! Eu sou a Iaponira, gestora de conteúdo da Marketing Com Digital, abraços =D

      Responder

  2. Iaponira, parabéns pelo artigo, ficou muito bom!
    Não sei se vocês chegaram a ver, mas tem um erro no texto: “atentado contra o World Trade Center em 1993”, com relação ao ano do atentado.
    Abraço!

    Responder

    1. Iaponira Oliveira

      Oi, Fred, Muito obrigada! Bem observado a data, vamos alterar, obrigada! Abraços.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *