marketing digital relacionamento público

O Google e o Facebook te deixaram na mão – E agora?

Talvez você não saiba, mas uma promissora técnica de SEO acabou entrando pelo ralo há pouco mais de um mês, no final de agosto. Estamos falando do Google Authorship.

Mas o que isso tem a ver com você?

Nada, mas posso garantir que você não se arrependerá de passar alguns minutos refletindo sobre o assunto. Continue lendo e confira o motivo.

Versão em vídeo

Em busca do sucesso

O que é que toda empresa ou pessoa que pretende fazer sucesso na internet tem em comum?

Ambas desejam ser encontradas pelo público, e o Google Authorship facilitaria esse processo. Você se lembra de que até alguns meses atrás era possível ver pequenas fotos de autores nos resultados das buscas no Google?

Aquela foto não estava ali por nada. Ela servia para mostrar a você quem estava criando o conteúdo que você consumia, e alguns estudos chegaram a indicar que conteúdos com a foto do autor na página de busca tinham uma maior taxa de cliques.

Isso era apenas uma das funções do Google Authorship, que visava modificar o cálculo da relevância de conteúdo, que agora também seria medida pela popularidade do autor.

Bem, mas agora não adianta mais entrar em detalhes, pois o Google Authorship acabou, e é sobre isso que eu quero que você reflita: O que você faria se a ferramenta mais importante que você usa para ter sucesso na internet simplesmente acabasse?

Mudanças do dia para a noite

relacionamento público marketing digital

Essa não é a primeira vez, e nem será a última, que o Google encerra um serviço ou projeto. Agora, no mês de setembro, o Google acabou com a obrigatoriedade da criação de um perfil no Google + para novos usuários do Gmail.

O que isso significa?

Significa que, a qualquer momento, o Google pode simplesmente mudar as políticas ou acabar com algum serviço que você usa bastante, como o Adwords, por exemplo, ou até mesmo com o modelo de ranking utilizado atualmente pelo buscador.

Mas isso não vale só para o gigante das buscas. O Facebook, Twitter, Pinterest, Instagram e diversos sites e ferramentas podem fazer isso a qualquer momento. E aí, o que você vai fazer?

É aquela velha história: se todos os seus ovos estão na mesma cesta, cuidado. Se ela cair você ficará sem nada.

Como dividir os ovos

público relacionamento marketing digital

O que você pode fazer para não deixar todos os ovos caírem?

Nada impede que você seja deixado na mão pelo Google, Facebook, Twitter ou qualquer outra empresa, mas as chances de todas elas lhe deixarem na mão ao mesmo tempo são minúsculas, a não ser em caso de uma catástrofe mundial.

Olhando por esse lado a resposta é óbvia: você precisa ter uma presença em diversos meios online.

Foi por isso que criamos a série de autoridade online, que mostra 5 maneiras efetivas de atrair clientes:

– Textos em blog
– Canal no Youtube
– E-Books
– Webinários
– Infográficos

O primeiro texto mostra um aspecto geral de todas elas, enquanto os demais são focados em cada uma das 5 opções.

Claro, também há outras formas de conquistar clientes, como os podcasts, e estas serão tratadas no futuro.

Mas diversificar ainda não é suficiente para deixar os ovos em completa segurança. Para isso, é preciso criar uma relação com a sua audiência.

Criando relacionamento com a audiência

Ter autoridade é importante, pois você será reconhecido como fonte de conteúdo relevante, e as pessoas gostam de frequentar espaços com grande concentração de conteúdo relevante na internet.

No entanto, para que elas não só queiram voltar, mas também sintam vontade de compartilhar divulgar a sua mensagem, é preciso construir um vínculo com elas.

Mas como você pode formar um vínculo com a sua audiência?

O primeiro ponto que você deve estabelecer é a criação de valor. Para isso, é preciso que o seu conteúdo realmente resolva um problema e mude para melhor a vida de alguém, e não precisa ser nada complexo.

Dicas simples como uma boa maneira de arrumar a mala para viajar, podem fazer uma grande diferença para alguém.

O segundo ponto é algo bem simples, mas que faz toda a diferença: tire dúvidas.

Não importa a mídia que trará a resposta. Você só precisa tirar a dúvida do seu seguidor. Pode ser respondendo um comentário no blog, ou até mesmo citando a dúvida, e a resposta, durante um texto ou vídeo.

Analise os feedbacks

Se você tem um canal que lhe permite receber dúvidas, significa que você também pode receber críticas construtivas, e elas devem sim ser avaliadas, e até mesmo aplicadas caso possível.

O feedback do seu público é uma verdadeira mina de ouro que está ao seu alcance… DE GRAÇA.

Através dele você pode melhorar duas coisas ao mesmo tempo: o seu produto/serviço e seu relacionamento com o público, que ficará contente por ter sido escutado e por poder desfrutar de algo que está ainda melhor do que antes.

Recapitulando

– A qualquer momento sites, ferramentas e quaisquer outros produtos terceirizados podem deixá-lo na mão

– Você precisa guardar os ovos em diferentes cestas (nunca dependa apenas de uma técnica, sistema ou modelo)

– Apenas autoridade online não é suficiente para mantê-lo seguro. Você precisa criar um relacionamento com o seu público.

Se você tem um forte relacionamento com o seu público, o nome de sua empresa pode mudar, você pode até mesmo ter que começar do zero, mas pode ter certeza que já terá uma boa audiência para acompanhar o seu trabalho.

Webwriter do portal Marketing com Digital e colunista na revista oficial da Nintendo no Brasil. Também trabalha, desde 2006, com a produção de eventos de cultura pop voltados para jovens.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *